Ranking na categoria
  • 253181711
  • Avenida Imaculada Conceição nº 611 a 621
    Maximinos
    4700-034 Braga
  • info@sportsplace.pt
Partilhar esta página
Sports Place
Sports Place respondeu à reclamação de Soraia Silva
há 2 meses
Sem resolução
Nova resposta
Sports Place

Sports Place - Fidelização

Boa Tarde,

Cara Soraia

No dia 23 de Setembro de 2020, aderiu aos nossos serviços através da assinatura de um contrato com um compromisso de permanência de 52 semanas, correspondendo este à subscrição de um plano de exercício no montante total de 259.48€, a ser pago em 26 prestações de 9.98€.

Relativamente ao período do segundo confinamento decretado pelas autoridades, remetemos para o e-mail que foi enviado para todos os clientes, sobre esta situação, no dia 03/02/2021. Em resposta a esta comunicação, foram acatadas as suas instruções de proceder aos pagamentos durante este mesmo períodos. Assim decorreram os pagamentos ate 25 de Agosto de 2021, altura que os seus pagamento foram suspensos por parte do SportsPlace, de forma a compensar os pagamentos efetuados durante o confinamento de 13 Janeiro de 2021 a 4 de Abril de 2021. Esta suspensão visou salvaguardar os seus interesses, relativamente aos pagamentos efetuados nos períodos em que esteve o clube encerrado por força das medidas de combate à pandemia.

Tal como foi explicado no e-mail do dia 03/02/2021 e 29/03/2021, foi dada a opção a todos os clientes de pagarem ininterruptamente as prestações acordadas, podendo, no final da vigência do contrato, usufruir dos nossos serviços, de forma gratuita, pelo mesmo período em que decorreram a inibição de utilização. Esta não foi a opção tomada pela Srª Soraia, tendo optado pela creditação dos montantes, por via da suspensão dos pagamentos durante a vigência inicial do contrato, com direito à utilização dos serviços, prorrogando a vigência do contrato. Assim, se considerou restituída a situação.

Após as 14 semanas creditadas (25/08/2021 a 30/11/2021) , os pagamentos foram novamente processados a 01 de Dezembro de 2021 no seguimento ao seu plano contratado.

No dia 02 de Dezembro de 2021 faz o pedido de cancelamento do seu contrato, ao qual foi respondido e esclarecido que para terminar o seu plano ficariam a faltar 19.96€, como pode verificar no anexo enviado, correspondente às duas prestações finais.

Mais ainda, no email que recebe com o a aprovação do seu pedido, o mesmo indica que o cancelamento apenas produziria efeitos a partir de 29/12/2021, uma vez que seria a data em que venceriam as prestações finais.

Deixamos em anexo toda a documentação que ajuda a esclarecer toda a situação.

Estamos disponíveis para qualquer esclarecimento adicional

Sports Place
Sports Place respondeu à reclamação de Sara Machado
há 5 meses
Resolvida
Nova resposta
Sports Place

Sports Place - Cobranças indevidas - abuso

Exma Sra Sara Machado,

Tal com já lhe foi oportunamente explicado, os valores em dívida surgem do incumprimento do valor total das prestações acordadas no seu contrato de adesão,
À data da sua primeira consulta, o valor em dívida era inferior devido ao vencimento das prestações a essa mesma data. O montante aumentou na seguintes consultas, exatamente pelo posterior vencimento das restantes prestações .
Relativamente à sua alegação que o Ginásio informou os clientes que os iria "beneficiar", gostaríamos que voltasse a consultar essa mesma comunicação, onde se encontra explicito que o ginásio iria restituir os valores que haviam sido cobrados durante o confinamento, de forma a não causar prejuízo aos clientes, que tal como o ginásio, não tinham qualquer responsabilidade direta sobre a situação calamitosa que era vivida. Agiu o ginásio, em boa fé, perante a situação que se vivia.
Nessa mesma comunicação, está também inequivocamente explicito, que caso os clientes não pretendessem a restituição dos valores, exatamente para efeitos de cumprimento dos respetivos contratos de adesão, deveriam dar essa mesma indicação, em resposta ao e-mail, sem prejuízo de posteriormente utilizar os serviços do clube findo o contrato, no mesmo tempo correspondente aos montantes pagos e não usufruídos durante o confinamento. Da parte da Sara nunca surgiu resposta a essa comunicação, que afirma ter efetivamente recebido.
Relativamente á situação de "assédio" que afirma estar a experienciar, é de nosso conhecimento que terá recebido contactos por parte da empresa INTRUM, que se encontra legitimada para efetuar interpelações junto dos clientes que se encontram em processo de recuperação de dívida, tal como de resto consta no seu contrato de adesão, e que poderá encontrar em anexo, para sua melhor consulta.
Tal como menciona, uma vez que desativou prematuramente a autorização de débito em conta, e não procurou liquidar os valores em aberto, tem-nos sido impossível proceder à quitação dos valores que mantém em aberto junto do nosso clube. Alegar que "não cobraram as mensalidades porque não quiseram.", parece-nos no mínimo desajustado, uma vez que nos encontramos privados por si, do meio para o efeito.
No mais, continuamos perfeitamente disponíveis para encontrar uma resolução que melhor sirva as partes.
Manifestamos a nossa igual disponibilidade para esclarecer todas e quaisquer dúvidas que considere pertinentes.

Carregar mais