Talvaizinho

Talvaizinho - Creche e Jardim de Infância Lda

Ranking na categoria

Categoria
Infantários

Telefone: 252377415

Morada
Rua de Mões, s/n,
4760 - 076 Vila Nova de Famalicão

E-mail
talvaizinho@sapo.pt

Website
http://www.colegiotalvaizinho.blogspot.com

Recomenda esta marca?

0
0
Partilhar esta página

Esta é a sua empresa? Clique aqui

Talvaizinho - Pouco profissionalismo

Aguarda resposta
5854916
3491
0 gostos
Mariana Vieira apresentou a reclamação

Venho por este meio demonstrar o meu descontentamento/revolta para com a Direção deste colégio. A minha madrinha (natural de Vila Nova de Famalicão), a viver em Paris há mais de 20 anos decidiu este ano regressar à sua terra natal trazendo consigo as duas filhas (a mais velha com 11 anos e a mais nova com 7). Tendo conhecimento da existência do Colégio Talvaizinho, duas ruas acima de sua casa, decidiu visitar as instalações e apresentá-lo à mais nova. Desde logo ficou fascinada com o espaço e com o acolhimento da Sra. Diretora que prontamente garantiu lugar no "seu colégio" para a mais pequenina. Informou-a que seriam realizados uns testes meramente para perceber o seu nível de aprendizagem (uma vez que vinha de outro país) o que poderia suscitar algumas dúvidas relativamente à colocação no 2º ou 3º ano. Até aqui tudo corria na normalidade.... após uma semana de integração, em que a pequena esteve a ambientar-se com o espaço, professores e novos amigos, realiza os tais testes de aptidão. Surpresa ou não, os resultados foram excelentes, o que nos deixou a todos satisfeitos. Tal não foi o espanto quando a minha madrinha é chamada para falar com a Diretora e a mesma que de início garantiu o lugar com firme certeza, diz agora que a professora do 3º ano não aceita a miúda na turma dela por achar que a língua viria a ser um problema. Ora... Sra. Professora, problema para quem? Só posso entender que seja para si... como é que alguém pode dizer que a língua é entrave para uma criança de 7 anos? E por isso Portugal está tão atrasado relativamente a tantos outros países da UE... Trabalho no aeroporto e vejo crianças a falarem 2 e 3 línguas ao mesmo tempo, será que são eles os anormais ou seremos nós com esta mentalidade de atadinhos que só somos capazes de fazer uma coisa de cada vez? Estamos a falar de uma criança que está cá há 2 meses e já percebe praticamente tudo, claro que na oralidade ainda dá bastantes erros mas a escola não serve para isso mesmo? Ainda para mais o 1ºciclo? Como é que uma professora do 3º ano coloca de início um problema que ainda nem sabe se vai existir? Sim, porque as miúdas têm explicações de Português (todos os dias). E a Sra. Diretora que do nada fica sem palavra, ou será que alguma vez a teve? Falou-se inicialmente na possibilidade de ficar no 2º ano mas resposta da Sra. Diretora "não pode ser porque ela tem notas para o 3º ano". Ora bolas, esqueceram-se de criar o 2,5º ano. Não contente, ainda teve o descaramento de dizer "existe uma pública na vila que já tem conhecimento e está à espera da menina". Então a ver se entendo, o privado não tem capacidades/meios/profissionais para ensinarem/educarem uma criança vinda de outro país (preço 300€/mês), mas a pública tem. Realmente a situação da educação em Portugal está de pernas para o ar. Com tudo isto, a pequenina chorou o dia todo, fez birra para entrar na "nova" escola, não percebeu a razão de não poder voltar ao colégio mas... como é uma criança desenrascada e destemida hoje já voltou para casa com o sorriso nos lábios. Não procuro soluções com esta reclamação porque tudo que vier, já vem tarde e a desilusão já mora lá. Contudo, não me digam que existe profissionalismo neste colégio quando a própria Direção não tem palavra. Se a professora do 3º ano fosse dedicada/focada teria só um comentário válido a fazer "vamos trabalhar muito para sermos das melhores" (comentário do professor da escola pública).

Mariana Vieira está a aguardar resposta da marca

Comentários (0)