TAP

Transportes Aéreos Portugueses, SGPS S.A

Categoria
Companhias Aéreas

Telefone: 707 205 700

Morada
Edificio 25, Aeroporto de Lisboa
1750-364 Lisboa

E-mail
fale.connosco@tap.pt

Website
http://www.flytap.com

Recomenda esta marca?

40
54

Partilhar esta página

Esta é a sua empresa? Clique aqui

TAP - Comportamento inadmissível por parte de Chefe de Cabine

Aguarda resposta
10835417
1099
0 gostos
Victor Teixeira apresentou a reclamação

Viajei ontem (28/06/2017) com a TAP, voo 1677, lugar 5A, LIS-FNC, acompanhado pelo meu pai, António Teixeira, no lugar 5B.

Durante a viagem, o meu pai teve necessidade de ir à casa de banho. Neste voo, não existia classe Executiva, pelo que, com a fragilidade motora inerente à sua idade (86 anos!), dirigiu-se à casa de banho da frente, ficando a aguardar que vagasse. Assim que esta vagou, foi com espanto que constatei que o Chefe de Cabine afirmou ao meu pai que a partir daquele momento 'aquela casa de banho estava por conta do Comandante e que tinha que se dirigir às da parte traseira do avião'. Não deixei que isso acontecesse, dada a dificuldade que o meu teria em alcançar as referidas casas de banho. Assim, deixei que o Comandante deixasse a casa de banho e pedi ao meu pai que fosse então à referida casa de banho. Achei tão irreal esta situação, pelo que solicitei o Chefe de Cabine a fim de manifestar o meu desagrado. Fiquei estupefacto com a forma altiva e mal educada com que fui abordado pelo referido tripulante, que em tom muito exaltado, afirmou 'que o meu pai deveria ter dito a idade (????) e aí faria aquilo que eu tinha mencionado como razoável' - aguardar o regresso do Comandante para o Cop pit. Naturalmente retorqui que era ridícula essa imposição - que o meu pai dissesse a idade para poder ter um atendimento normal! Continuando sempre com um tom muito exaltado, deixando-me embaraçado pelo facto de ter todos os passageiros em minha volta a presenciarem uma situação desagradável,, com afirmações como 'você tem que perceber que a minha prioridade é o Comandante, etc, etc'. Perante tudo isto, limitei-me a afirmar que não tolerava esta atitude e que fazia questão que toda a 'conversa' ficasse por ali e que naturalmente, mais tarde iria reportar a situação à TAP. Voltou mais tarde com um pequeno papel branco com os seus dados (nome e nº TAP) exigindo a minha identificação! Sempre em tom insultuoso, afirmou que 'iria reportar a situação', diferente daquela que 'você' (eu) iria reportar e que 'depois logo se via!!! Não tolerando mais esta situação limitei-me a dar a minha identificação e, perante a insistência do referido tripulante em continuar um diálogo inadmissível, afirmei novamente que não admitia mais a situação e, limitei-me a continuar a leitura de jornal, único modo eficaz para travar o diálogo!

Inadmissível!

Victor Teixeira está a aguardar resposta da marca

Comentários (0)