Vodafone

Vodafone

VODAFONE PORTUGAL – Comunicações Pessoais, S.A
Ranking na categoria
  • 16912
  • Av. D. João II – Lote 1.04.01
    Parque das Nações
    1998-017 LISBOA
Partilhar esta página

Vodafone - Viola intencionalmente as condições contratuais desde a celebração do contrato

Sem resolução
72955422
135
0 gostos
Maximiano Matos apresentou a reclamação

No passado dia 7/01 aderi a um pacote tv+net+voz junto da loja Vodafone do ArrábidaShopping.
Sucede que, no dia 16/01, constatei que as condições anunciadas no website da Vodafone, para o mesmo pacote tv+net+voz, com o custo de 37,9€/mês continham ofertas adicionais. Assim sendo, exerci o meu direito de livre resolução junto da loja Vodafone do ArrábidaShopping nesse mesmo dia (16/01), por volta das 11 horas da manhã.
Por volta das 14h do dia 16/01, tentei efetuar a adesão online, no entanto, não consegui concluir o processo. Por esse motivo, contactei a Vodafone por via telefónica, informando que não estava a conseguir aderir online e perguntando se me poderiam ajudar.
A Sra. Funcionária afirmou que era exatamente igual aderir pelo telefone ou via internet, esclarecendo que teria direito a todas as ofertas de que usufruiria se tivesse efetuado a adesão pela internet.
Uma das ofertas em vigor era uma máquina de café no valor de 99€, oferta. A mesma Funcionária me garantiu, de modo expresso e inequívoco, que iria receber a máquina de café. Questionei, então, quando e de que forma chegaria a máquina, sendo que me foi dito que a mesma seria entregue em minha casa, 15 dias após a adesão, através de uma empresa de transporte. Tudo o reportado até agora consta de gravação da chamada, pela Vodafone, bem como da gravação que eu próprio possuo.
A data de instalação acordada nesse contacto telefónico foi dia 18/01. Todavia, a instalação foi adiada para dia 20/01, entre as 18h30 e as 21h30.
Uma vez chegado o dia 20/01, contactaram-me via chamada telefónica, informando-me de que estariam livres para proceder à instalação às 15h30, diferentemente do que havia sido acordado e procurando obrigar-me a faltar ao trabalho, para garantir que alguém se encontrava em casa para efetuar a instalação. Informei que apenas poderia estar em casa por volta das 18h00. Os técnicos não apareceram e nada disseram.
Pelas 18h30 do mesmo dia 20/01 recebi sms a dizer para aguardar a instalação entre as 18h30 e as 21h30, instalação essa que não ocorreu, pois não foi enviado nenhum técnico à morada indicada.
Contactei a Vodafone nessa noite e foi marcada nova instalação - pela 3.ª vez - para o dia 25/01, às 9h30 da manhã. Finalmente a instalação ocorreu.
Uma vez questionados os técnicos sobre a oferta da máquina de café, não souberam prestar-me, com assertividade, uma informação segura, todavia afirmaram que deveria receber um voucher ou então receber a máquina em casa, conforme tinha sido combinado por telefone.
Hoje, dia 22/03, apesar de volvidos quase 2 meses após a instalação, ainda não recebi nem a oferta da máquina, nem a oferta da subscrição gratuita – pelo período de 24 meses – do Amazon Prime.
No entanto, já incorri em inúmeras despesas, uma vez que:
- já me desloquei duas vezes à loja Vodafone, não tendo logrado resolver a situação;
- efetuei cerca de 5 a 7 telefonemas para a Vodafone, a maioria dos quais tiveram um custo associado, conforme a Vodafone poderá constatar consultando os seus registos;
- tive de consultar um Advogado, por forma a ter algum apoio na resolução da presente situação.
Note-se que, em dois dos contatos telefónicos suprarreferidos, e após a data de adesão e mesmo da instalação dos serviços, a Vodafone, por intermédio de um seu Funcionário, me garantiu que iria receber a máquina de café e que a ela tinha direito.
Ao não cumprir, a Vodafone está a violar as condições contratuais, de modo intencional e flagrante.
Note-se que apenas aderi a um pacote de internet+net+voz da Vodafone por causa das ofertas que integravam a campanha, na data da 2.ª (segunda) adesão. Se essas ofertas não existissem, sempre teria celebrado um contrato com outra Operadora, uma vez que não faltam Operadoras que atuam no mesmo setor, com condições, nomeadamente no que toca ao preço, bem mais vantajosas.
O incumprimento das condições contratuais, por parte da Vodafone, confere-me, legalmente, o direito de rescindir o contrato.
Assim, irei fazer cessar o meu contrato, celebrado com a Vodafone, a partir do dia 31.03.2022.
Mais acresce que exijo a devolução do montante despendido em chamadas telefónicas, com o intuito de resolver a presente situação.
23 mar 2022
Vodafone adicionou uma resposta

Valorizamos muito as questões colocadas pelos nossos clientes. São elas que nos ajudam a melhorar e a prestar um melhor serviço. Por respeito aos princípios da confidencialidade da informação dos nossos Clientes e do tratamento personalizado, solicitamos que nos coloque a sua situação através dos contactos publicitados no nosso site em https://www.vodafone.pt/fale-connosco.html

25 mar 2022
Maximiano Matos adicionou uma resposta

Ex.mos Senhores,
Conforme exposto, já reportei a situação junto da Vodafone, através de vários telefonemas para a linha de apoio.
Infelizmente, a Vodafone revelou uma atitude desleal, ao não cumprir as suas obrigações contratuais e mais revelou uma enorme falta de zelo na forma como gere o negócio, bem como falta de respeito perante os Clientes.
Cumprimentos

07 mai 2022
A reclamação foi considerada "Sem Resolução" por falta de atividade
22 mai 2022
Maximiano Matos avaliou a marca

3/10

Não

Voltaria a fazer negócio?

B

Esta reclamação foi considerada sem resolução

Comentários (0)