Yamaha Motor Europe N.V.
Yamaha Motor Europe N.V.
Performance da Marca
13.2
/100
Insatisfatório
Insatisfatório
Índice de Satisfação nos últimos 12 meses.
Taxa de Resposta
20%
Tempo Médio de Resposta
6,7%
Taxa de Solução
13,3%
Média das Avaliações
23,3%
Taxa de Retenção de Clientes
0%
Ranking na categoria
Venda de Motos e Acessórios
2 FC-Moto GmbH 56.8
3 Santomar 53.5
...
Yamaha Motor Europe N.V.13.2
Yamaha Motor Europe N.V. - Sucursal Em Portugal
  • 214722100
    Chamada para a rede fixa nacional
  • Rua Cidade de Córdova, 1
    2610-038 Alfragide
  • yamaha@yamaha-motor.pt

Yamaha Motor Europe N.V. - Problema com assistência em garantia

Resolvida
Miguel Inácio
Miguel Inácio apresentou a reclamação
21 de julho 2020
A reclamação que quero apresentar diz respeito à empresa "Yamaha Motor Europe N.V. - Sucursal em Portugal” (NIF 502283130) (Importador Yamaha em Portugal), sendo que a reclamação vem no seguimento da falta de resposta desta empresa, na tentativa de resolver um problema relacionado com um concessionário da mesma marca (Motex - NIF ‎509918921).

Sou proprietário de uma scooter Yamaha Xmax 125, adquirida nova no concessionário Motex em Outubro de 2018. Aquando da compra, acrescentei à mesma como acessório uns punhos aquecidos originais Yamaha, que foram adquiridos juntamente com a scooter e montados na mesma antes desta me ser entregue. Em dezembro de 2019, estes punhos começaram a apresentar um desgaste prematuro do botão onde se liga e desliga a sua função de aquecimento, formando um “buraco” nesse botão. Fiquei preocupado com a situação, pois mais do que uma questão estética, é um veículo que circula à chuva com frequência e o risco de gerar algum tipo de curto-circuito parece-me uma realidade. Note-se que a minha reclamação não está diretamente relacionada com a anomalia do produto, pois isso é algo que pode acontecer e é para isso que a marca fornece dois anos de garantia aos seus produtos. Contactei o concessionário Motex nesse mês.

Foi então em dezembro que no concessionário Motex foram tiradas fotografias aos punhos, para que se desse andamento ao processo de garantia. Durante o restante mês de dezembro não recebi qualquer contacto por parte do stand, algo que achei compreensível, dadas as épocas festivas. Em meados de janeiro contactei o concessionário e, depois de muitas tentativas, consegui chegar ao contacto com uma funcionária que me informou que a peça já deveria ter chegado, mas que me contactaria no dia seguinte a confirmar, para que pudéssemos agendar a intervenção. Nos dois dias seguintes não recebi qualquer contacto. Assim, voltei a contactar o concessionário, e novamente ao fim de muitas tentativas para me atenderem o telefone, consegui chegar à fala com a mesma funcionária, que me disse novamente que não sabia se a peça já teria chegado, mas que iria ver e me ligaria no dia seguinte - o que não se verificou.

Vários dias passaram e, já em fevereiro, voltei a contactar o concessionário. Novamente, ao fim de muitas tentativas de contacto, consegui chegar à fala com a mesma funcionária que me disse não saber se a peça já teria chegado, mas que iria ver e me contactaria no dia seguinte. Passados cerca de três dias, fui então contactado pela Motex (sábado, dia 1/2/2020) para me dizerem que, em dezembro, se esqueceram de fazer o pedido de garantia. Disseram-me que o iriam fazer na segunda-feira seguinte, e eu aceitei. Disseram-me também que me contactariam na quinta ou sexta feira seguinte a informar do andamento do processo, mas que caso não o fizessem, para telefonar eu.
Sexta-feira à tarde (6/2/2020), como não tinha recebido qualquer contacto, liguei para o concessionário. Depois de várias tentativas, atendeu-me uma outra funcionária, que me disse que a funcionária que estava a tratar do meu processo estava ocupada e que não poderia atender - pediram-me para ligar mais tarde. Eu assim fiz, telefonei duas horas depois e, depois de muitas tentativas, atenderam-me e voltaram a dizer-me que a funcionária estava ocupada. Pediram-me o contacto para que me pudessem devolver a chamada ainda nesse dia - não o fizeram.

Esperei até à segunda-feira seguinte e voltei a contactar. Depois de muitas tentativas voltaram a dizer-me que a funcionária estava ocupada e que não podia atender, deixando a promessa de voltarem a contactar ao longo do dia- não me contaram. No dia seguinte, voltei a ligar para o concessionário, e depois de muitas tentativas disseram-me novamente que a funcionária que está a tratar do processo não podia atender porque estava ocupada, disseram que me devolveriam a chamada ao longo do dia - não devolveram. Voltei a contactar ao fim do dia e, depois de várias tentativas, disseram-me mais uma vez que a funcionária estava ocupada e que não poderia atender, mas que seria contactado antes do fecho do concessionário - naturalmente, não me contactaram.

Assim, ainda em fevereiro, contactei o importador da Yamaha em Portugal (Yamaha Motor Europe N.V. - Sucursal em Portugal - NIF 502283130) expondo toda esta situação. Não recebi qualquer tipo de resposta. Deixei passar alguns meses (até junho), pois com a situação de emergência em que entrámos, achei compreensível a demora na resposta. Em junho voltei a contactar o importador, insistindo para ter uma resposta ao meu problema, sendo que continuaram sem me responder.
Data de ocorrência: 21 de julho 2020
Esta reclamação foi considerada resolvida
Comentários
Esta reclamação ainda não tem qualquer comentário.