Comunicações Móveis e Fixas

NOS - Devolução de equipamento


Obteve resposta
14351217

O contrato de prestação de serviços que tinha com a NOS terminou no dia 14 de outubro de 2016. Na mesma altura comuniquei, na loja do Chiado, que tinha o respetivo equipamento disponível para devolução, independentemente de ser meu ou do operador, uma vez que não iria utilizá-lo. Informaram-me que iria ser agendado uma recolha. Decorreu mais de um ano e ainda não agendaram a recolha. Dirigi-me hoje à mesma loja do Chiado, solicitando que fosse recolhido o equipamento, ao que o empregado, Sr. João Lobão, disse-me que eu teria que telefonar para o operador.
É inaceitável que o operador não tenha agendado a recolha volvido mais de um ano, e é abusivo pretender que um contacto pessoal não sirva para fazer esse agendamento, sendo necessário um telefonema.
A arrogância com que fui tratado por este operador na referida loja só é possível pela opacidade com que são feitos os contratos de comunicações e pela impunidade de que goza face à passividade ou inatividade do regulador.

Respostas

em 2017-12-14 17:46 Olá Carlos Pereira, asseguramos que estamos a analisar a sua questão.
Entraremos em contacto consigo assim que possível.

Obrigado,

Serviço ao Cliente
Carlos Lopes Pereira em 2018-02-10 11:31 Cerca de um mês após ter feito a reclamação (em dezembro de 2017) recebi um telefonema da NOS apresentando desculpas pelo sucedido e informando que em breve iria ser agendada a recolha do equipamento que tenho em meu poder há um ano e meio. Fiquei satisfeito. Só que depois disso nada mais aconteceu e o equipamento continua comigo à espera do agendamento da recolha.
Não sei se devo considerar desprezo pelos clientes, incompetência dos serviços ou desorganização. O certo é que continuo com o fardo de ter que manter um caixote de equipamentos em casa sem saber se a NOS os vem recolher ou se simplesmento devo deitá-los para o lixo, embora me desagrade fazê-lo por questões ambientais e porque os equipamentos parecem-me reutilizáveis e até há um comando que nunca foi utilizado.
Assim, reitero a queixa que aporesentei no dia 14 de novembro de 2017 contra o operador de telecomunicações NOS, solicitando que com a maior urgência este operador agende e proceda à recolha do equipamento que tenho em meu poder referente a um contrato de prestação de serviços extinto há um ano e meio.

Comentários



Comentar

Apenas utilizadores registados podem fazer comentários.

Inicie sessão e regresse novamente a esta página para comentar.