Empresas e Serviços

EDP Comercial - Cobrança de valores indevidos e fora de prazo


Resolvida
15949418

No dia 01/11/2017 recebi a fatura nr 10195164599 a corrigir um total de 7 faturas no valor de 141,15€ para o período de 26 de março a 25 de outubro. Nesta fatura, no período de 7 de março a 9 de abril (ou seja, um período com bastantes dias fora do período da fatura que corrige as faturas) está a ser quantificado um consumo de 1382kWh que corresponde a 119m3 de consumo "real" no valor de 85,86€. Este valor, irrealista que recebei na fatura, foi reconhecido pelo próprio sistema da EDP como anormal, uma vez que automaticamente, criou um plano de pagamento.
A minha reclamação, além do óbvio que é que a EDP está a tentar cobrar um valor para um período superior a 6 meses, pretende alertar para o facto dos erros que a fatura enviada para corrigir os valores, tem sobre os períodos em causa. Um diretor comercial da EDP, Adriano Prates, em resposta à ultima reclamação sobre este assunto, alegou que a Lei nº10/2013, de 28 de janeiro, prevê o direito à EDP comercial a receber o valor dos consumos seis após a emissão da fatura. Neste caso, apenas se esqueceu de referir que a Lei não prevê que a EDP Comercial emita faturas para períodos superiores a 6 meses, a seu belo prazer. Além de que esta Lei, não altera o art. 10 sobre a Prescrição e Caducidade, previsto na Lei nrº 23/96, de 26 de julho.
Além dos períodos de prescrição que a EDP não reconhece e dos erros na própria fatura, informo que a EDP Distribuição, alterou o contador antes do período de retificação das faturas, sem qualquer aviso, ou informação sobre a alteração de contador, que só foi notado por mim, após este problema.
Infelizmente e numa prova de má fé e falta de ética gritante, a EDP distribuição enviou-me um email no dia 12/01/2018 com um 2º aviso de dificuldade de acesso ao contador de eletricidade no dia 08/01/2018, quando na realidade nunca recebi aviso nenhum. Esta dificuldade de acesso ao contador, surgiu apenas passados 2 ou 3 anos em que sou cliente e após as reclamações efetuadas. Os contadores, de gás e eletricidade estão situados no espaço comum do prédio, com fácil acesso dos técnicos da EDP, tal como sempre tiveram acesso em todo o período em que sou cliente, para fazer as contagens e até no momento em que mudaram o contador sem nenhuma informação.
Após 2 reclamações ao serviço da EDP comercial, sem que nada seja feito, sou obrigado a recorrer a este sistema de reclamação uma vez que a EDP Comercial nada pretende fazer para corrigir os próprios erros.
Neste momento, tenho 3 faturas em atraso devido a este erro da EDP. O débito direto das faturas do consumo mensal, não está a ser efetuado, por única responsabilidade da EDP uma vez que não bloqueia novamente a fatura nrº10195164599 mesmo não estando este assunto resolvido. Os valores das faturas de consumo mensais, serão debitados normalmente se a EDP comercial, efetuar o débito normal das faturas de consumo.
Com esta reclamação, e após apresentados os factos, pretendo que a fatura nrº nrº10195164599 seja corrigida e/ou anulada e que a EDP não continue a cobrar um valor ilegalmente e que não corresponde à realidade.

Respostas

em 2018-01-14 00:13 Caro cliente, estamos a analisar a situação apresentada por si que desde já lamentamos.
Entraremos em contacto consigo assim que possível.

Com os nossos cumprimentos,
Equipa de apoio ao cliente
em 2018-01-29 10:23 Caro cliente, consideramos que a situação apresentada se encontra resolvida.

Estamos disponíveis para esclarecer as suas dúvidas através da sua área de cliente edponline.edp.pt, em energia.edp.pt, da linha de atendimento a clientes 808 53 53 53 (dias úteis, das 8h às 22h), ou nas nossas lojas.

Com os nossos cumprimentos,
Equipa de apoio ao cliente

Comentários



Comentar

Apenas utilizadores registados podem fazer comentários.

Inicie sessão e regresse novamente a esta página para comentar.