Crédito Consolidado: É Possível Poupar ao Juntar Créditos?

Sabe o que é o crédito consolidado? Descubra todas as vantagens da consolidação de créditos e aprenda como reduzir as suas prestações atuais em até 60%.

Poupar Credito Consolidado

Para quem tem em mãos a responsabilidade de pagar as prestações de alguns créditos, os momentos de maior instabilidade económica são particularmente frágeis e podem causar momentos de alguma preocupação.

Isto acontece porque no caso de ocorrer uma quebra significativa nos rendimentos do agregado familiar, o pagamento das prestações pode ficar comprometido, mas saiba que não tem de ser assim.

Para salvaguardar a sua saúde financeira poderá, através de um crédito consolidado, juntar todos os seus créditos atuais num só. Para além de passar a ter apenas uma única prestação, esta solução permite-lhe obter uma redução de até 60% do valor atual dos seus encargos, o que pode ajudar a ganhar uma folga mensal bastante generosa.

De modo a dar-lhe a conhecer melhor o que é e como consolidar créditos, iremos examinar ao detalhe todas as particularidades desta solução, apresentando as suas principais vantagens e desvantagens, exemplos práticos e qual o processo da consolidação de créditos para que no final, consiga apurar todos os benefícios desta solução.

O Que é o Crédito Consolidado?

Estando inserido dentro do crédito pessoal, a consolidação de créditos é uma solução financeira que tem como finalidade juntar todos os seus atuais empréstimos num só.

Habitualmente, quem possui vários créditos subscreve-os em entidades financeiras distintas, o que significa que à partida, terá a responsabilidade de pagar a sua prestação em dias diferentes do mês, o que acaba por dificultar bastante a gestão mensal do seu orçamento familiar.

Com o crédito consolidado isto não acontece, pois irá agrupar todas as suas mensalidades numa só, de valor mais reduzido, ficando responsável pelo pagamento da mesma a apenas uma entidade financeira, que irá ficar encarregue de amortizar todos os créditos subscritos nas outras instituições.

Já deve ter percebido que o grande foco em consolidar créditos é, reduzir a prestação de modo a conseguir uma poupança mensal que permita organizar e recompor a situação financeira.

Ao pagar menos encargos mensais estará a libertar espaço na sua taxa de esforço atual, o que irá reduzir o risco de entrar numa situação de incumprimento caso exista algum imprevisto.

A taxa de esforço nada mais é do que a percentagem do seu rendimento mensal que é destinada ao pagamento de encargos financeiros.

No entanto, apesar do crédito consolidado permitir realmente poupar, em alguns casos, várias centenas de euros por mês, o valor total a pagar pelos seus créditos irá sofrer um aumento.

Mas nada melhor do que analisar um exemplo representativo realista, para perceber melhor como funciona uma consolidação de créditos.

Como Funciona a Consolidação de Créditos?

poupar credito consolidado

Como referimos anteriormente, o crédito consolidado permite-lhe juntar facilmente vários empréstimos num só, e a forma como tudo se processa é bastante simples.

Na verdade, a forma como tudo se processa é bastante simples:

Imagine que realiza uma consolidação de créditos com a Entidade A, a mesma ficará responsável por pagar todos os seus empréstimos atuais, ficando agora com a responsabilidade de amortizar a sua dívida apenas a esta instituição.

Isto significa que não terá a necessidade de avisar nenhuma instituição financeira na qual tem atualmente empréstimos.

Mas quais são ao certo os tipos de empréstimos elegíveis para consolidar créditos? 

Esta solução permite-lhe consolidar os seguintes créditos:

  • Créditos pessoais
  • Créditos automóvel
  • Cartões de crédito
  • Linhas de crédito

Todavia, existe uma vertente desta solução de crédito consolidado, que permite adicionar a hipoteca de um imóvel, que irá funcionar como uma garantia extra no seu contrato.

Crédito Consolidado Com Hipoteca: É Possível?

Embora exista a possibilidade de realizar um crédito consolidado hipotecário, é importante conhecer bem todas as condições inerentes a este tipo de produto.

Ao adicionar a hipoteca de um bem imóvel, desde que não seja um terreno, estará a dar à instituição financeira uma garantia de que irá respeitar e cumprir com as suas obrigações durante todo o prazo do empréstimo.

Isto significa que numa situação de incumprimento, a instituição poderá utilizar o bem hipotecado para abater a dívida. No entanto, as entidades financeiras são justas ao ponto de lhe oferecerem algumas vantagens se optar por um crédito consolidado hipotecário.

A principal vantagem é a maior facilidade que terá na aprovação do seu crédito, o que faz sentido, já que aos olhos da financeira o seu risco será agora bem mais reduzido.

Esta redução significativa do risco permite obter taxas de juro mais competitivas, o que irá impactar o Montante Total Imputado ao Consumidor (MTIC) do seu crédito. Para além disso, o crédito consolidado com hipoteca permite-lhe contratar prazos de pagamento mais elevados.

Se prevê uma possível redução dos seus rendimentos e receia não ter margem para cobrir algum imprevisto, esta solução pode não ser a melhor escolha.

Neste caso, apesar de não conseguir taxas tão acessíveis, deverá optar por uma consolidação de créditos tradicional, que irá permitir-lhe obter uma redução dos seus encargos, sem colocar em risco nenhum bem.

Quanto Pode Poupar ao Consolidar Créditos?

Em termos de poupança, o valor que conseguirá reduzir na sua prestação irá depender de alguns fatores, sendo os principais as taxas contratadas e o prazo escolhido.

Nada como um exemplo representativo para perceber melhor este conceito. Imaginemos  então um jovem casal que possui atualmente um crédito automóvel e um crédito pessoal, com um prazo de pagamento de 4 anos. O casal aguarda o nascimento do novo membro da família e uma redução nas suas despesas com créditos iria ajudar a garantir uma maior folga financeira.

Sabendo que o valor atual em dívida é de 16.500€ e as prestações destes dois empréstimos representam um encargo total de 547€, qual a poupança que seria possível obter com um crédito consolidado?

Instituição Financeira

Novo Prazo de Pagamento

Nova Prestação

Poupança

MTIC

Entidade A

7 anos

288,19€

258,81€

24.498,36€

Como é possível verificar neste exemplo, a consolidação de créditos resultou numa prestação que permite ao casal poupar 258,81€ todos os meses, o que representa uma poupança anual no valor de 3105,72€, que será certamente uma boa ajuda nesta fase tão importante do casal.

É importante ter em conta que o prazo de pagamento aumentou para 7 anos, o que influencia diretamente o Montante Total Imputado ao Consumidor (MTIC).

Isto significa que o casal irá demorar mais a pagar o seu crédito e irá pagar mais pelo mesmo, mas esta decisão permitiu-lhes reduzir em mais de 47% os seus encargos mensais com créditos, garantindo uma maior liquidez.

Quais as Vantagens e Desvantagens do Crédito Consolidado?

A principal vantagem reside na poupança mensal com a sua nova prestação, que como já vimos, poderá chegar aos 60%.

O facto de ficar a pagar uma prestação apenas a uma instituição, irá proporcionar-lhe uma maior facilidade em gerir melhor as suas economias.

Para além disso, algumas instituições permitem solicitar um pedido de financiamento extra, ou seja, para além de consolidar o valor dos seus créditos atuais, pode pedir uma quantia adicional.

Tenha em conta que, ainda que seja contabilizada como uma vantagem, ao pedir um montante superior estará a aumentar também a sua prestação, o que irá reduzir a sua taxa de poupança e aumentar o seu MTIC, pondo em causa o principal objetivo desta solução.

Por último, ao consolidar créditos o prazo de pagamento aumenta e terá mais tempo para diluir o montante financiado. Como resultado deste aumento no prazo de pagamento, surge a principal desvantagem desta solução, que é o aumento do montante total a pagar pelo empréstimo, que será mais elevado do que os seus créditos atuais.

Vantagens:

  • Reduzir as Mensalidades Até 60%
  • Pagar Uma Única Mensalidade
  • Possibilidade de Financiamento Adicional
  • Processo Online Rápido

Desvantagens:

  • Pagar o Crédito Durante Mais Tempo
  • MTIC Mais Elevado

Como Pedir Um Crédito Consolidado?

Nos dias de hoje já é possível efetuar diversas simulações online, sendo que esta será a melhor forma de pedir crédito consolidado, pois poderá verificar rapidamente e sem grandes dificuldades qual a melhor proposta que pode obter.

Apesar de existem vários fatores que podem ter influência nas suas simulações, como o montante de financiamento, o prazo de pagamento escolhido ou as taxas oferecidas pela instituição financeiras, poderá apurar com relativa facilidade a melhor proposta de crédito através da Ficha de Informação Normalizada (FIN).

Este é um documento que resume todo o pedido de financiamento, e é nele que poderá analisar a proposta mais a fundo, e verificar se existem outros gastos adicionais que podem estar relacionados às comissões da abertura do contrato ou a comissões cobradas para processar as prestações.

Ora, menos custos adicionais resultam num crédito mais barato.

Quando se fala em crédito consolidado, a poupança mensal é realmente o ponto que mais salta à vista, mas a forma mais acertada de escolher o seu crédito deve ser com base no valor do MTIC.

Se sente que não tem o conhecimento necessário para tomar uma decisão, saiba que já existem no mercado vários profissionais com uma vasta experiência na área da intermediação de crédito, que comunicam constantemente com as principais instituições financeiras a atuar no nosso país.

 


Comentários

Menos problemas.

Em cada email.Todas as semanas no teu email as notícias, dicas e alertas que te irão ajudar a ter menos problemas.