Black Friday: Compre com segurança para evitar um dia negro

Marcas fornecedoras de soluções de pagamento por referência bancária, alertam para cuidados a ter nesta Black Friday

Informações
Esta notícia foi lida 320 vezes
Partilhe

As promoções são inúmeras na sexta-feira mais esperada do ano, a Black Friday, contudo na hora de comprar fica a dúvida acerca da segurança nos pagamentos online. Por isso, o Portal da Queixa perguntou às marcas líderes em soluções de pagamentos eletrónicos, quais os conselhos e sugestões de segurança, que os consumidores devem ter na hora de pagar:

 

Easypay (Melhor Índice de Satisfação no Portal da Queixa)

Estamos a chegar ao Natal, altura de alegria e boa disposição, mas que pode ficar facilmente transformada num período de stress pelo volume de compras que temos de fazer. Perante este cenário, uma Black Friday vem mesmo a calhar e é uma oportunidade de reduzir algumas despesas, sem fazer a igual redução na qualidade do produto.

No entanto, para evitar que este dia se torne num dia negro, há que ter atenção a determinados aspetos de segurança nas compras online. Deixo aqui algumas dicas, em exclusivo para o Portal da Queixa, para poder tirar o máximo proveito dos descontos, com toda a segurança:

1. Verifique a legitimidade do website

Verificar o URL do site é dos passos mais importantes, para garantir que se está num local seguro para fazer compras. Evite deixar-se levar por links desconhecidos ou por publicações patrocinadas nas redes sociais que são demasiado aliciantes. Não se esqueça do velho ditado popular de que quando a esmola é grande, o pobre desconfia. Um iPhone de última geração com 70% de desconto? Desconfie. Escreva o próprio site da loja para confirmar o que pretende e aí efetuar as suas compras com segurança.

2. Utilize meios de pagamentos seguros

Muitas pessoas sentem que utilizar cartões de crédito Visa ou Mastercard online não é seguro. Muito pelo contrário, esta é a forma mais segura de fazer uma compra online, porque estes cartões estão sempre protegidos com um seguro de utilização que deixa o consumidor mais seguro. Não se deixe enganar pela cultura popular que tem medo de usar os cartões de crédito e proteja-se nas compras online.

3. Não utilize redes WIFI públicas

Se está a fazer compras online, significa que a dada altura terá de dar dados importantes para o pagamento. Por isso, não utilize redes WIFI públicas que são facilmente pirateadas. O mais seguro é utilizar sempre os dados móveis, redes de internet de empresas/escritórios ou, em último caso, a rede doméstica, embora esta seja também vulnerável.

No final do dia, também para poder controlar as despesas, confira o seu estrato do cartão e respetivos movimentos, confirmando se está tudo corretamente identificado. Ao fazê-lo, é natural que lhe apareçam algumas lojas as suas denominações legais, ou mesmo os nomes das entidades de pagamentos que processaram a transação, como o caso da easypay. Quando isto acontecer pode ficar descansado, pois uma transação feita por uma entidade de pagamentos como a easypay tem garantias de segurança acrescidas.

Boas compras na Black Friday!

por Sebastião Lancastre, CEO & Founder da Easypay

 

 

Hipay

Nunca aceitar, seja com que argumento for, receber uma referência Multibanco enviada por terceiros / desconhecidos, que são sempre prestáveis e simpáticos. A probabilidade de burla é elevadíssima porque o comprador não sabe o que está a pagar. Proponha fazer o pagamento por transferência bancária e se houver recusa, NÃO PAGUE A REFERÊNCIA DE TODO!
 
Não click em links provenientes de desconhecidos, sobretudo através de telemóvel. Se receber algum email que lhe peça determinadas coordenadas suas – dados bancários sobretudo, ou actualização dos mesmos - tal como se fosse enviado pelo seu banco, não responda antes de contactar com o referido banco, para saber se foram os autores dessa comunicação.
 
Desconfie de sms ou emails com oferta de empréstimos; desconfie ainda de comunicações do género “foi sorteado para ganhar este vale de desconto, basta clicar neste link ….”!

Cuidado com anúncios em páginas de redes sociais, em que lhe propõem a compra de produtos de marcas de topo a preços baixos, nomeadamente Telemóveis,  Playstations, Carteiras de Marca ou qualquer outro produto que normalmente custe o dobro ou o triplo. Pode estar a pagar algo que o burlão quer comprar para ele próprio.
 
Faça compras através de websites em que o endereço do mesmo comece por https:// . Isto significa que está perante um website seguro.
Se encontrar um produto ou serviço que queira comprar num site, veja:
 
quais os métodos de pagamento disponíveis e se escolher o pagamento por referência Multibanco, seja o próprio a gerá-la, pois essa é a garantia de que não haverá burla relativamente aos dados da referência.
 
Dentro desse website, geralmente na base do mesmo – faça sckrol down na homepage ou noutra - veja se eles têm:
Quais os métodos de pagamento disponíveis e a explicação de como processar a compra através de cada um deles.
Se escolher o pagamento por referência Multibanco, seja o próprio a gerá-la, pois essa é a garantia de que não haverá burla relativamente aos dados da referência QUE IRÁ RECEBER.
Veja se dispõem de Política de devoluções e reembolsos;
Política de privacidade: como vão usar os seus dados a partir do momento em que se registrar;
Veja se dispõem de formas de contacto com o website. Ter uma linha telefónica de atendimento ao comprador é fundamental; disporem de endereço de email e/ ou de uma morada para onde possa dirigir uma reclamação ou exposição é importante.

 

EuPago

Antes de fazer uma compra na Internet, a euPago aconselha vivamente que tome as devidas precauções.

  • Desconfie se o preço do artigo está claramente desvalorizado;
  • Se comprar num portal de classificados ou em redes sociais, não pague adiantado. Se
  • possível, faça o negócio presencialmente;
  • Antes de pagar, certifique-se que os dados do vendedor são fidedignos;
  • Se desconfiar do negócio, investigue antes de pagar;
  • Procure referências do vendedor;
  • Se a entidade a pagamento for uma entidade da euPago, e se estiver desconfiado do negócio, contacte-nos. Teremos todo o gosto em ajudar a clarificar a natureza da sua compra

 

 

Até ao fecho da edição, a MB Way não enviou ao Portal da Queixa os seus conselhos e dicas aos consumidores, solicitadas para este artigo

 


Comentários