Dott: Reclamações aumentam 1.733% e CEO pede desculpa aos consumidores

O marketplace que resultou da parceria entre os CTT e a Sonae, teve de compensar os clientes com vouchers de 10% de desconto, pelos atrasos verificados.

Dott: Reclamações aumentam 1.733% e CEO pede desculpa aos consumidores
Informações
Esta notícia foi lida 9371 vezes
Partilhe

O Dott, o centro comercial online da Sonae e dos CTT, arrancou há quase 1 ano e no seu primeiro grande teste juntos dos consumidores, viu o seu número de reclamações aumentarem 1.733% face ao período anterior, devido à falta de entrega dos produtos encomendados pelo Natal.

 

Catarina Conde, uma das consumidoras que não chegou a receber a prenda que comprou a tempo do Natal, refere na sua reclamação:

"Fiz uma encomenda de uns ténis na dott no dia 06/12 e procedi ao respetivo pagamento. Recebi um mail a dizer que a entrega seria efectuada no dia 19/12,.situação que não aconteceu. No dia seguinte vi que estava em distribuição e que não tinham conseguido proceder à mesma . Contacto o serviço de apoio foi me remetido um mail a informar que a morada estaria incorrecta .
Desde então já enviei mais tres mails e não obtive qualquer resposta. Surpresa minha hoje quando vi o tracking da encomenda e a mesma está como entregue no dia 2 de janeiro, situação que NÃO OCORREU!!!!!!!!!!
Neste momento já foram ultrapassados todos os limites admitidos, julgo que existe uma descoordenação total entre plataforma fornecedores e transportadora e pretendo a devolução do meu dinheiro.
"

 

Jorge Rodrigues, refere mesmo no título da sua reclamação: "Natal sem dott"

"A entrega estava prevista para dia 10 de Dezembro. Passou o Natal e nao recebi nada, nem me conseguem dar uma previsao de entrega.
Nao recomendo a ninguem a utilizacao desta plataforma. Foi a pior experiencia de compra online que ja tive.
"

 

No total, foram mais de 90 os consumidores que vieram ao Portal da Queixa apresentar a sua insatisfação junto da Dott por motivo de extravio e atraso de entrega de encomendas, falta de resposta do apoio ao cliente e produtos que chegam partidos ou trocados.

 

Administrador da plataforma pede desculpa aos consumidores que mostraram a sua insatisfação no Portal da Queixa

Devido ao impacto que as reclamações geraram na reputação da marca - só no Portal da Queixa foram registadas mais de 30 mil visitas à pagina da Dott - o seu CEO, Gaspar d’Orey veio a público pedir desculpa aos consumidores, de forma descontraída e humorística, como se pode ver na página desenvolvida para o efeito em Corpo às Balas.

 

À data de hoje, a página da Dott no Portal da Queixa ainda regista uma taxa de resposta de 83,9% e de solução com apenas 52,9%, permitindo entender que ainda existem muitos consumidores com o seu problema por resolver.

Contudo, já é possível ler respostas às reclamações por parte da equipa da Dott, no sentido de tentarem resolver o enorme problema dos marketplaces atuais, que criam a expectativa de compra no consumidor, contudo o processo de entrega é totalmente da responsabilidade do vendedor, que na sua maioria não é do conhecimento do cliente final.

"(...) devido ao elevado número de encomendas recebidas durante as últimas semanas do ano, infelizmente não fomos capazes de cumprir os prazos previsto para a entrega de algumas das encomendas dos nossos Clientes. Junto dos nossos vendedores e do nosso parceiro logístico, tentamos minimizar o impacto negativo destes atrasos que em nada traduzem a experiência de compra que pretendemos oferecer" - refere a equipa da dott em resposta a uma reclamação.

 

Visitar a página da Dott no Portal da Queixa


Comentários