Táxis: aumento de 156% no número de reclamações

O aumento da oferta nos transportes de veículos ligeiros em 2017, potenciou igualmente o aumento das reclamações. Os motivos foram dos mais variados.

Informações
Esta notícia foi lida 1035 vezes
Partilhe

É um facto que o Portal da Queixa registou um aumento global das reclamações recebidas em 2017 (mais de 80 mil), contudo foi também um ano marcado, pelo aumento no volume de insatisfações por parte dos consumidores, relativamente às viagens em transporte de veículos ligeiros. Foram 400 as reclamações apresentadas em 2017, contra as 156 em 2016, registando um aumento de 156% na categoria Táxi e veículos ligeiros.

À primeira vista, lembrámo-nos das manifestações dos taxistas contra os motoristas da Uber e as razões que os consumidores apresentaram na época para a mudança na escolha, que foram desde o custo controlado, a inovação e o serviço diferenciado prestado pelas plataformas, que vinham a ser novidade. Contudo, passado um ano, são as plataformas que ligam motoristas de veículos descaracterizados e utilizadores, através de uma aplicação, que mais reclamações reuniram face aos serviços de táxi já existentes.

Em matéria de comparação, a Uber Portugal registou um aumento de 379% no número de reclamações face a 2016, enquanto que a ANTRAL, que é a associação dos motoristas de táxi, apenas registou uma oscilação de 10%.

 

Reclamações recebidas em 2017

Marcas Reclamações
UBER 201
ANTRAL 116
Cabify 69

 

Já relativamente à capacidade das operadoras em resolverem os problemas apresentados pelos seus clientes, foi a Cabify que conseguiu registar o melhor Índice de Satisfação, que resulta do cálculo do algoritmo do Portal da Queixa (consultar aqui), que premeia a taxa de solução e a recomendação final do consumidor que coloca a reclamação.

 

Entidades que mais satisfizeram os consumidores

Marcas Índice de Satisfação
Cabify 61.9
ANTRAL 54.6
UBER 50.3

 

Motivos das reclamações

Depois de muitos utilizadores do vulgo táxi, terem optado pelas plataformas digitais alegando motivos como a cobrança de valores indevidos, devido à escolha de percursos mais longos, eis que as reclamações relativas a pagamentos foi o principal motivo das reclamações apresentadas às marcas UBER e Cabify. A juntar a este, os motivos como o mau serviço prestado e o atendimento, foram as razões seguintes que levaram os consumidores a apresentar as suas insatisfações.

 

Precorra a categoria Táxi e veículos ligeiros e consulte as reclamações.

 


Comentários