Ranking na categoria
Partilhar esta página

Certo & Pereira, Lda - Escusa de reparação de danos causados pela obra, previamente acordados

Em tratamento
80787722
1986
Bruno Morgado apresentou a reclamação

A Certo & Pereira foi contratada para uma obra de requalificação e reparação da cobertura de um edifício.

Durante a realização da obra, ainda em Agosto de 2021, por falta de cuidado do construtor, o interior da minha habitação sofreu vários danos em 3 divisões, tendo sido a Certo & Pereira avisada imediatamente do sucedido e tendo vindo em 3 ocasiões distintas avaliar os estragos. Na segunda dessas visitas, *, que a partir daí se apresentou como a face da empresa Certo & Pereira, assumiu prontamente a responsabilidade dos estragos e prontificou-se a reparar os mesmos após conclusão da intervenção na cobertura do edifício.

Pouco depois, a administração do condomínio, esperando que a Certo & Pereira agisse de boa-fé, procedeu ao pagamento na totalidade da obra, embora vários danos permanecessem por consertar.

A partir desse momento deixou de ser possível comunicar com * prontamente, após dezenas de tentativas de contacto ao longo de vários meses, pediu mais alguns dias para proceder à reparação e por fim, desapareceu de todo.

Voltou a acusar contacto por endereço eletrónico a 19 de setembro de 2022, onde se recusou a efectuar a reparação dos danos causados com alegações totalmente contrárias às que fez antes de receber o pagamento da obra.

Esta reclamação tem um anexo privado
21 set 2022
Certo & Pereira, Lda adicionou uma resposta

Pouco honesto são os clientes que se aproveitam para efetuarem trabalhos em casa à custa dos outros.
Os trabalhos contratados pela administração foram a reparação das infiltrações provenientes dos terraços, não do telhado como dito pelo senhor. O Sr. sabe muito bem que já se encontrava danificado como posso provar com as fotos tiradas no inicio dos trabalhos.
Além demais a Empresa em não fugiu e assume sempre as suas responsabilidades quando lhe são devidas, como falado entramos em obra com um aviso prévio de 1 mês para fazer algumas reparações as que achamos que eram da nossa responsabilidade. Não temos culpa que as pessoas durante o tempo que lá andamos não tenham aberto as portas como foi o seu caso.
Agora vir para aqui falar dos outros quando temos telhados de vidro, não me parece de bom tom.
para mais assunto contacte pelo email da empresa.
Sem mais de momento subscrevemos,
Com os melhores cumprimentos
Certo & Pereira, Lda

21 set 2022
Bruno Morgado adicionou uma resposta

A Certo & Pereira começa por apresentar um truísmo, portanto, desprovido de qualquer significado: “os telhados estavam danificados”. Sim, obviamente que os telhados estavam danificados, para isso é que a Certo & Pereira foi contratada, para os arranjar. No entanto, ao proceder ao arranjo para o qual foi contratado e pago sem tomar as devidas precauções, danificou o interior da minha habitação.

Note-se também que a Certo & Pereira, apenas uma vez agendou a reparação. A data agendada foi de 20 de junho. Não apareceu ninguém à data para proceder à mesma e recusaram os contactos durante várias semanas após essa data.

Repare-se também que a Certo & Pereira assumiu agora uma atitude de total desonestidade, sendo que a face da empresa, por duas vezes — uma das quais perante testemunhas — tinha já assumido categoricamente a responsabilidade pelos danos e prontificou-se aos arranjos. Sendo que à última vez que assumiu a culpa pelos estragos, foi no dia 5 de setembro, em conversa telefónica, tendo depois rejeitado todas as chamadas subsequentes para agendar uma data para proceder ao acordado.

22 set 2022
Certo & Pereira, Lda adicionou uma resposta

Sr Bruno Morgado, o senhor só demostra uma completa ignorância relativamente a empreitada realizada, ou simplesmente quer tirar proveito da mesma. A empresa Certo & Pereira foi contratada para reabilitação dos terraços como esta escrito em contrato (se não o leu consulte-o), isso compreende a realização dos trabalhos referentes aos exteriores das fracções, relativamente aos trabalhos nos interiores foram os senhores condôminos que assumiram reparar os estragos JÁ EXISTENTES, ficou escrito em ata de reunião de condomínio na altura de aprovação do meu orçamento ( se não a leu consulte-a).
Assim sendo só me resta dizer que apesar de tudo isso a empresa apresentou-se disponível para efetuar algumas reparações pois no decorrer da obra ter havido queixas de infiltrações, as quais não somos diretamente responsáveis, pois tendo sido uma anomalia nas condições atmosféricas as quais nada fazia prever e de conhecimento publico, efetuamos algumas pinturas de interiores. Informamos a administração de condomínio com um mês de antecedência para entrar e iniciar a reparações (estas iniciadas em junho 2022), estivemos em obra a reparar durante quinze dias, não temos culpa do senhor nunca ter se mostrado disponível para abrir a porta para efetuar os trabalhos.
Já que esta tão certo do que diz pode sempre recorrer as instancias competentes para resolver o problema, estando a empresa de consciência tranquila e podendo comprovar os factos aqui relatados.
Com os melhores cumprimentos,
Certo & Pereira, Lda.

24 set 2022
Bruno Morgado adicionou uma resposta

Cara Certo & Pereira, antes demais, estão a entrar no território as falsas alegações e isso fará parte de um processo legal no futuro. Não só foi unicamente agendada uma data para a reparação da minha fração: 20 de junho de 2022, como existem 2 testemunhas de que vocês não compareceram na data agendada. Uma das quais, que veio para a residência esperar por vocês que nunca apareceram na data combinada. Devo lembrar que em conversa telefónica a Certo & Pereira mais tarde se desculpou alegando que os seus funcionários que supostamente procederiam aos reparos “emigram e que se encontravam com falta de pessoal”, parafraseio.

Depois, não só os estragos não eram existentes (e para esse facto existem várias testemunhas que estiveram na fração antes e depois do início das obras), como a Certo & Pereira foi imediatamente chamada quando os estragos começaram a ocorrer, e, de novo, existe uma testemunha de que assumiram a responsabilidade pelos danos e que procederiam ao seu reparo. Se não tomaram as devidas precauções e procederam ao arranjo em tempo útil — como aludem na vossa resposta — isso obviamente põe o ónus do vosso lado.

A Certo e Pereira assumiu directamente a responsabilidade pelos danos já em setembro de 2021 perante uma testemunha, e tornou a assumi-lo perante a mesma testemunha a de abril de 2022. É, portanto, de uma total falta de honestidade, dizer-nos por duas vezes — antes de receber o pagamento da obra — que assumiam responsabilidade pelos danos, e agora tentar falsamente passar a mensagem oposta.

Obviamente recorreremos às instâncias competentes, tanto a nível individual como muito provavelmente a nível do condomínio. No entanto, até lá, é importante divulgar o caso nas redes sociais para que novos potenciais clientes da Certo & Pereira entendam o carácter da empresa e procurem alternativas mais fiáveis, e é o que continuaremos a fazer.

Mais informo que dou à Certo & Pereira 30 dias civis (portanto, até 24 de Outubro) para proceder às reparações voluntariamente.

Bruno Morgado está a aguardar resolução da marca

Comentários (0)