PSP

Polícia de Segurança Pública

Ranking na categoria

Categoria
Polícia, Emergência e Bombeiros

Telefone: 218111000

Morada
Largo da Penha de França, 1 Lisboa

E-mail
contacto@psp.pt

Website
http://www.psp.pt

Recomenda esta marca?

18
25

Partilhar esta página

Esta é a sua empresa? Clique aqui

PSP Setúbal - Desrespeito pela integridade física

Resolvida
751814
4262
0 gostos
Pedro Silva apresentou a reclamação

No processo de ser detido, algemaram-me e fizeram-me ir sentado no chao(sim, no chao) de uma carrinha, sem quaisquer medidas de segurança ou algo a que me pudesse agarrar. Justificação apresentada? "Os bancos são para os polícias."

Na viagem fui aos arrastoes pelo chao, facto maioritariamente devido ä condução agressiva praticada pelo agente que dirigia a viatura. A viagem foi em dois bocados, do bairro do liceu até Montalvao (onde parámos), e do Montalvao até ä esquadra da Bela Vista. Na segunda parte da viagem ligaram a sirene para irem mais rápido, o que nao fazia sentido, dado que passei o tempo seguinte numa sala onde metade dos agentes pareciam estar lá sem fazer nada.

Faça-se entender que sou uma pessoa pacífica, educada, estudante universitário de engenharia, nunca tive problema algum com a lei, nunca agredi ninguém e fiz por respeitar os agentes e cooperar nesta situaçao. Nao me manifestei ou apresentei qualquer atitude que justificasse alguma acçao física contra mim, directa ou indirecta.

O que gostaria de saber era se tivesse batido com a cabeça nalguma das estruturas de metal da carrinha ou dos bancos ou tivesse deslocado ou partido alguma coisa por ir algemado ä deriva no chão de um veículo em movimento, quem se responsabilizava. Digo isto de costas e ombros doridos e nódoas negras nos pulsos.

NInguém me agrediu directamente, mas desrespeitaram a minha integridade física ao transportarem-me naquelas condiçoes. Até os cães têm direito a transporte seguro.
Nao me queixei na altura porque tive medo que piorasse a minha situação.

Sou uma pessoa e tenho direito ao respeito pela minha integridade física. Teriam feito o mesmo a uma pessoa de fato e gravata, com 40-50 anos? Teriam feito o mesmo a uma mulher? Duvido.

03 Abr 2014
PSP adicionou uma resposta

Exmos Senhores,

A PSP agradece o seu contato e infoma que o Portal da queixa não é um site da administração pública e como tal, constituindo-se como um tipo de rede social. As respostas às reclamações diversas devem ser dadas diretamente aos reclamantes ou através de instituições públicas, o que não é o caso.”

Com os melhores cumprimentos,

Esta reclamação foi considerada resolvida

Comentários (2)

Ver perfil de Pedro Dinis Silva

Pedro Dinis Silva Autor

Para que se saiba, foi por estar a fumar com amigos. Nao questiono a razão de ter sido detido, mas não estava a fazer mal a ninguém senão a mim. Quando escrevi a reclamação estava frustrado pela minha situação, agora só quero esquecer isto e seguir em frente.

Ver perfil de Pedro Dinis Silva

Pedro Dinis Silva Autor

Joao Melo Espero pelo bem da humanidade que isso seja sarcasmo :)
A questao é esta, o dever da polícia nao é castigar ninguém, nem determinar se alguém deve ser castigado(excepto em casos em que se tenha de agir para PREVENIR alguma coisa, imagino). Eu cooperei, estava calmo, fiz tudo o que me disseram e mesmo assim fizeram-me passar um mau bocado, de propósito, porque nao foram com a minha cara.
O que me indigna nisto é que há tempos assaltaram um amigo meu, deram-lhe com uma garrafa de vidro na cabeça. Após queixa e ajuda, a polícia apanhou o indivíduo(que tinha uma faca com ele). Foi transportado no carrinho, confortável e meia-uma hora depois já estava na rua na maior outra vez, ainda lhe deram boleia de volta para onde estava! Eu, por outro lado, tive de chamar alguém para me ir buscar ä Bela Vista(de Setúbal), depois de estarem 2 horas a chatear-me e a ameaçar prender-me. (já pra nao falar ter de me despir, impressoes digitais, fotografia, e das duas viagens no chao da carrinha). De que serviu a descriminalizaçao se se me trataram pior que a um criminoso?