Millennium BCP

Banco Comercial Portugues S.A.

Recomenda esta marca?

100
117

Partilhar esta página

Millennium BCP - Burla comercial em processo de empréstimo

Em tratamento
36340520
144
1 gostos
Jorge Ramos apresentou a reclamação

Venho por este meio reportar o meu desagrado como cliente cumpridor em conjunto com meu Pai (reformado do Banco de Portugal), há mais de 20 anos.
O Sr. (*) na altura a trabalhar no Balcão da Praça D.Joao 1,no Porto,aquando de uma abordagem para pedido de crédito,mentiu e induziu-me em erro ao garantir a concessão do mesmo a breve prazo.
Crédito esse com o qual me atribuiu imediatamente cartão de crédito com plafond de 500 euros(como solteiro pois disse ser mais rápido,sendo eu casado!) com intuito de me adiantar essa soma até a atribuição do resto do dinheiro, dinheiro esse proposto para que me pudesse tornar empresário da Uber,deixando de ser apenas motorista.
Com esse procedimento e com a garantia do dito empréstimo comprometi-me num stand com vista a aquisição de uma viatura para o trabalho,assim como tive custos preparando toda documentação necessária á inscrição como Parceiro na Uber,cerca de 1000 euros sensivelmente foram empregues para iniciar esses preparativos.
Qual não é a minha surpresa quando na altura de atribuição do referido empréstimo,o dito Sr.me comunicar que o mesmo não seria possível apenas referindo que quem decidia não era ele mas sim "alguem"acima hierarquicamente!
Esta má prática resultou em prejuízos avultados,atrasando a minha vida profissional e pessoal,e ainda por cima tive de pagar com juros os 500 euros do plafond mais uns seguros que me convenceu a fazer na altura.
Visto isto,neste dia decidi deixar de ser vosso cliente ao fim de 20 anos em que sempre cumpri com o empréstimo á habitação efectuado com vocês,assim como dar como extinta uma conta solidária que tinha em conjunto com meu Pai.
Visto não achar possível nesta altura processar judicialmente o Banco ou a pessoa pelos danos causados,apenas peço que tenham a idoneidade de proceder em conformidade com esse funcionário incompetente,para que a situação não se repita com outros clientes.
Serei a partir de agora cliente de outra instituição bancária em resultado de todo este processo fraudulento.
Cumprimentos.
Jorge Ramos.
04 Fev2020
Millennium BCP adicionou uma resposta

Exmos. Senhores,

Confirmamos a receção da V. comunicação de 30 de janeiro de 2020, que agradecemos e à qual dedicamos a nossa melhor atenção.

A Provedoria do Cliente remeteu a mesma para o Centro de Atenção ao Cliente do Millennium bcp, para análise e resposta no mais breve espaço de tempo.

O Regulamento do Provedor prevê que o prazo de resposta não exceda os 30 dias, salvo em casos excecionais, em que o prazo poderá ser alargado para os 60 dias.

Esta Provedoria continuará a acompanhar de perto a evolução do processo.

Com os melhores cumprimentos,

Provedoria do Cliente Millennium bcp

06 Fev2020
Millennium BCP adicionou uma resposta

Exmos. Senhores,

Serve o presente para informar V. Exas., de que esta Provedoria do Cliente, tem conhecimento de que a competente Direção do Millennium bcp, no âmbito do processo que se encontrava em curso nesta Provedoria do Cliente, procedeu à pertinente resposta, diretamente ao Cliente, pelo que damos o referido processo por concluído.

Com os melhores cumprimentos,

Provedoria do Cliente Millennium bc

06 Fev2020
Jorge Ramos adicionou uma resposta

A resposta do Millennium,foi basicamente defender o procedimento fraudulento do funcionário que atentou contra as próprias regras de atribuição de crédito do Banco,entendo assim que ao invés de punir esta pratica,a direcção leva a crer que é a própria a instruir a mal prática das Suas próprias regras com prejuízos para o cliente e impunidade para os seus funcionários,fico no entanto satisfeito por não ter de lidar mais com gente desta espécie!

Jorge Ramos está a aguardar resolução da marca

Comentários (1)

Ver perfil de Marco Lopes

Marco Lopes

No entanto, emprestam MILHÕES aos amigos (empresários) que depois abrem falência e o resultado é o que sabemos... É o mundo em que vivemos, regulado pelas amizades duvidosas, sacos azuis, luvas, e afins... Empréstimos para um trabalhador honesto? NÃO! (mesmo sendo um risco extremamente pequeno, não dá grande lucro ao banco nem aos "amigalhaços"!!!)