Ranking na categoria
Partilhar esta página
Esta é a sua empresa? Clique aqui

Relogios.pt - Pedido de garantia

Resolvida
44223520
2002
0 gostos
Ana Santos apresentou a reclamação

O meu marido comprou um smartwatch para mim através do relógios.pt a dia 3 de março de 2020. Foi enviado em conformidade, sem qualquer reclamação a fazer.
No início do mês de maio, quando pus o relógio a carregar verifiquei que não carregava. Quando tentei perceber porquê, ao retirar do carregador, como o mesmo é magnético, verifiquei que a parte de trás do relógio estava separada da parte da frente. Não foi por mau uso, imagino que possa ter havido algum defeito de fabrico que se tenha precipitado devido ao carregado magnético.
Posto isto, contactei o relogios.pt a dia 15 de maio para perceber como deveria proceder, tendo obtido a primeira resposta deles de uma forma breve, a 16 de maio, dando-me duas soluções:
“1. Pode levar o seu relógio, com o cartão de garantia carimbado, a qualquer revendedor oficial local da marca. Eles podem activar a garantia junto do fornecedor.
PORTUGAL
Expeditors Portugal C/O Espaçotrans
Att Reparacões Fossil (FAST)
Parque Logístico Marinhas de D. Ana
Quebradas de Cima, Armazém 6, 2625-090 Póvoa de Santa Iria
T: (+351) 308 805 741
E: customerservice.pt@fossil.com

2. Devolver o relógio ao Holland Watch Group
Basta que se ligue à página de seguimento de encomendas e siga os passos indicados na parte inferior direita da página.
Os formulários correctos para proceder à sua devolução serão fornecidos nesta página. No formulário de devolução poderá indicar como deseja que se proceda.
Página de seguimento de encomendas:
* PROIBIDO *://www.hollandwatchgroup.com/orderservice/”

Procedi de acordo com o ponto 1, enviando o relógio a dia 26 de maio, o qual foi recusado de imediato pelo destinatário.
Assim que o relógio voltou para a minha morada, contactei novamente o relogios.pt por e-mail a 1 de junho, que me responderam “Para nos devolver o relógio para activar a garantia deve seguir os passos indicados no ponto 2 da nossa mensagem anterior (...)” e que como o e-mail usado para a compra foi o meu marido, então deveria ser ele a iniciar o procedimento. Assim se fez. O meu marido enviou e-mail para hollandwatchgroup que prontamente responderam e explicaram o que deveria ser feito para a devolução do relógio para que fosse ativada a garantia, e, em anexo, enviaram uma etiqueta de devolução gratuita que deveria acompanhar o relógio na sua devolução.
Desloquei-me ao posto do CTT de Caneças e a funcionária preencheu ela própria todos os dados necessários e a encomenda foi enviada a 4 de junho.
Com o passar do tempo fui sempre questionando o hollandwatchgroup se o smartwatch já teria chegado e qual o estado da reparação e nunca lá chegou.
Tendo isso em conta, desloquei-me ao posto dos CTT a questionar o que se passaria e foi-me dito que estava tudo OK e que tinha sido entregue a dia 5 de junho, conforme estava no site dos CTT. Contactei novamente relogios.pt via e-mail a 7 de julho a explicar a situação, enviando em anexo todos os comprovativos que tinha do envio. Resumindo:
1. Disseram-me que no posto dos correios é que tinham cometido o erro, que me deveria lá deslocar novamente para pedir a devolução da encomenda;
2. Pedi o retorno da encomenda de forma online, como me informou a funcionário dos CTT, obtendo a seguinte resposta: “No seguimento do seu pedido esclarecemos que o transporte do envio é assegurado por nós desde a expedição até à nossa logística. Contudo o mesmo é posteriormente recolhido pela entidade que lhe fez chegar a guia de transporte, deixando o mesmo de estar na nossa rede de distribuição.”
3. Fui sempre informando o relogios.pt da situação.
Nunca me foi dada um solução efetiva até à data de hoje. O que é facto é que foram pagos 149.0€ por um bem que não está em minha posse e não por mau uso. Estou privada do meu bem à mais de 30 dias e nunca em momento algum o relogios.pt teve a preocupação de me arranjar uma solução que válida. Não sei quem terá a culpa, se relogios.pt ou os CTT, mas o que é facto é que a lesada sou eu. Propus que me fosse reembolsado o valor ou me fosse enviado um novo relógio, nunca para esta empresa essa foi uma solução, mas o que é facto é que o prejuízo é todo meu.
Entendo que durante este período a situação de pandemia provocada pela COVID-19 possa alterar prazos e até que dificulte as coisas, mas não pode ser desculpa para tudo.

Esta reclamação tem um anexo privado
10 nov 2020
Ana Santos alterou o estado para Resolvida
10 nov 2020
Ana Santos avaliou a marca

7/10

Não

Voltaria a fazer negócio?

Péssimos na resolução de problemas!

Esta reclamação foi considerada resolvida

Comentários (0)