Dia da Internet Mais Segura

Centro  Internet Segura lança App móvel e dinamiza mais de 700 acções em todo o país.

Informações
Esta notícia foi lida 748 vezes
Partilhe

O Dia Europeu da Internet Mais Segura decorrem várias acções de sensibilização para os perigos de navegar online destinadas aos alunos do ensino básico e secundário. Além das acções para alertar pais e crianças para as formas de garantir a segurança online, o dia é assinalado com o lançamento da aplicação (app) Internet Segura para aparelhos móveis e o desafio para ser criada uma Carta Magna do Ciberespaço.

Em Portugal, o Dia Europeu da Internet Mais Segura é organizado pelo Centro Internet Segura, coordenado pela FCT- Fundação Para a Ciência e Tecnologia e envolve a Direcção-Geral da Educação, o Instituto Português do Desporto e Juventude e a Microsoft Portugal.

Para a edição deste ano, o Centro de Internet Segura desafiou escolas, câmaras e bibliotecas municipais, universidades seniores, espaços Internet e associações a celebrarem a data “para a inclusão e massificação da literacia digital” através da realização de acções de sensibilização e de formação que vão decorrer até ao próximo dia 28. Até agora, o Centro Internet Segura contabilizou mais de 85 mil inscrições.

Microsoft e GNR nas escolas
No âmbito da iniciativa, a Microsoft e a GNR vão realizar em parceria em vários estabelecimentos de ensino do país acções de sensibilização entre esta terça-feira e dia 13. A GNR indica que para os três dias estão previstas 859 acções de sensibilização e formação, 815 dirigidas a alunos e 44 para pais e encarregados de educação numa operação que irá contar com a participação de perto de mil militares das secções de programas especiais dos comandos territoriais da GNR e de 100 voluntários da Microsoft Portugal.

O objectivo é sensibilizar cerca de 60 mil alunos do ensino básico e secundário, em diversas escolas a nível nacional, bem como cerca de 1200 pais e encarregados de educação. “Pretende-se assim estimular a aprendizagem sobre os perigos do mundo online e formas de utilização segura da Internet, nas suas diferentes dimensões: navegação, comunicação e socialização, responsabilização e protecção de dados pessoais”, explica a GNR no lançamento da acção nacional.

A primeira decorre esta terça-feira no grande auditório da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, no Monte de Caparica, onde perto de 400 crianças do 2.º ciclo de várias escolas do distrito de Setúbal vão ser sensibilizadas para os perigos do mundo online e formas seguras de utilização da Internet.

Antes do encontro com os alunos, decorre uma reunião entre elementos da GNR e da Microsoft com cerca de 60 pais, que serão alertados para a importância e necessidade de um maior controlo parental e para as formas de o fazer.

Aplicação gratuita
“Para garantir um maior envolvimento das escolas e fazer com que o tema da segurança online entre de facto nas suas agendas”, será lançado o desafio a escolas, pais e alunos de criar a Carta Magna do Ciberespaço.

Em pleno Dia Europeu da Internet Mais Segura é ainda lançada a app Internet Segura, uma aplicação desenvolvida pela empresa portuguesa BloomIdea para a FCT.

A app, gratuita e disponível para os sistemas IOS e Android, tem três funções. Permite ao utilizador identificar riscos associados às tecnologias da informação e de comunicação, desde vírus, ciberbullying, sexting, redes sociais ou jogos online; estabelece uma ligação directa às linhas de apoio e de denúncia de conteúdos ilegais; e tem um jogo interactivo onde são testados os conhecimentos sobre as melhores formas de navegar online e os riscos que existem.

O coordenador do Centro Internet Segura, Nuno Moreira, sublinha que “nunca como agora foi tão fácil e rápido trocar informação quebrando as barreiras do espaço e do tempo”. “Para acompanhar esta revolução é fundamental, por um lado, ensinar aos utilizadores a forma segura de usufruir das enormes potencialidades da Internet e, por outro lado, sensibilizar para o facto de que uma utilização informada e responsável contribui para elevar a qualidade da Internet onde navegamos”, acrescenta.

O Google também se associou ao Dia Europeu da Internet Mais Segura com um conselho dirigido aos seus utilizadores: a revisão das definições de segurança. Essa incluiu a recuperação de dados do utilizador, a visualização dos acessos recentes do utilizador a serviços do Google e as permissões de conta, relacionadas com aplicações, sites e equipamentos ligados à conta no motor de busca.

Ao seguir estes passos até dia 17 de Fevereiro, o utilizador vai poder beneficiar de mais de 2GB de armazenamento no Drive.

 

Fonte: http://www.publico.pt/tecnologia/noticia/dia-da-internet-mais-segura-marcado-por-sensibilizacao-e-nova-app-1685633

 


Comentários