Instituto Politécnico de Lisboa

Instituto Politécnico de Lisboa

@instituto-politecnico-de-lisboa
Ranking na categoria
Partilhar esta página

Instituto Politécnico de Lisboa - Divida em cobrança coerciva (Finanças) referente a propina de 2008

Sem resolução
4127616
1758
André Abreu apresentou a reclamação

No final de Fevereiro de 2016 recebi uma carta das finanças (divida em cobrança coerciva) referente ao não pagamento da divida correspondente a 2008. Por motivos de ordem económica não me foi possível continuar os estudos nessa data e informei a tesouraria e direção da Escola que iria desistir, deixando por isso de ir às aulas e de efetuar quaisquer exames, ou seja, não usufruindo de qualquer serviço.

Passado 8 anos recebo uma carta das Finanças sem antes ter recebido do IPL qualquer aviso referente ao pagamento da propina. Entretanto telefonei diretamente para o Gabinete Jurídico do IPL e lá deram-me um contacto para onde deveria enviar um email com a minha justificação de não pagamento etc. Escrevi então para a Dra. Maria Feliciana Cardoso (Sc. geral) no dia 20 de Abril e até hoje não obtive qualquer resposta! Tentei ligar várias vezes e a informação que me passavam era a de que, a Dra. estaria a analisar o meu caso e que iria responder em breve, e que por estar sempre ocupada (ao telefone) não podia atender.

A minha reclamação é direcionada para a ausência de resposta por parte da Dra. Maria Feliciana Cardoso, e para a falta de informação e lentidão neste serviço prestado pelo IPL, mas acima de tudo, por me estarem indevidamente a cobrar uma divida de um serviço que não usufrui!

27 ago 2020
A reclamação foi considerada "Sem Resolução" por falta de atividade
Esta reclamação foi considerada sem resolução

Comentários (0)