British Hospital
British Hospital
Performance da Marca
Índice de Satisfação nos últimos 12 meses.
Taxa de Resposta
14,3%
Tempo Médio de Resposta
0%
Taxa de Solução
14,3%
Média das Avaliações
10%
Taxa de Retenção de Clientes
100%
Ranking na categoria
Grupos de Saúde Privados
1 Cintramédica 81.1
...
British Hospital20.1
Grupo Galilei Saúde
Esta é a sua empresa? Clique aqui

British Hospital - Reclamação face a realização de exame e cobrança indevida

Sem resolução
Sara Grilo Nascimento
Sara Nascimento apresentou a reclamação
6 de abril 2018

Cliente British com o n.º interno BH469546



Exmos Senhores,
Em 3/04/2018 entrei em contacto telefónico com os vossos serviços a fim de efectuar agendamento de uma Avaliação da Visão Binocular de Perto e de Longe com Testes Subjectivos de Fixação, em convenção com a ADSE. Foram efectuadas diversas questões antes do agendamento telefónico, nomeadamente se o exame atrás mencionado se encontrava convencionado, a resposta por parte do vosso colaborador foi afirmativa e questionei o valor do respectivo exame, foi-me transmitido por esse mesmo colaborador que o custo seria aproximadamente de 5 euros. Terminada a chamada telefónica com agendamento efectuado para 05/04/2018 às 14:30 em convenção com a ADSE, com a garantia por parte dos vossos serviços quanto a este facto.

No dia 05/04/2018 pelas 14:25 apresentei-me na Torre E piso 2 - Serviço de Oftalmologia do vosso hospital, no acto de admissão, por parte da colaborada foi-me solicitado o meu cartão de cidadão e o meu cartão de beneficiária da ADSE, que disponibilizei de imediato à mencionada colaboradora. Enquanto a mesma dava encaminhamento à minha admissão para a realização do exame, voltei a questioná-la quanto à convenção com a ADSE, foi-me novamente garantido da existência de acordo directo, e não me foi permitido fazer o pagamento do exame antes da realização do mesmo, uma vez que de acordo com a Srª colaboradora, naquele momento estavam com problemas no programa de facturação, e que poderia realizar o exame e que após a realização do mesmo, procederia ao pagamento. Fui chamada cerca de 10 minutos após ter efectuado admissão, o exame foi devidamente efectuado. Quando me desloco à recepção de oftalmologia para proceder à liquidação do valor do exame, cerca de uma hora após a admissão, portanto 15:30, sou surpreendida pela mesma colaboradora que me afirma que afinal o exame já não tem convenção, uma vez que entraram em vigor as novas tabelas da ADSE, e que o exame passaria a ter um custo de 75 euros.

Portanto em 60 minutos houve um acréscimo de 70 euros, face ao valor inicial apresentado pelo exame. Devo desde já afirmar, que os vossos serviços funcionam deveras mal. Procuram salvaguardar-se negligenciando o cliente e omitindo informação aos clientes. As novas tabelas da ADSE entraram em vigor no dia 01/04/2018, portanto vossas excelências tinham já conhecimento do valor do exame. Simplesmente agiram de má fé para com a minha pessoa, por forma a angariar mais dinheiro para a vossa unidade hospitalar enquanto entidade privada. Pois permitiram que um exame fosse realizado, afirmando em primeira instância em dois momentos distintos, nomeadamente em 03/04/2018( via telefónica), sendo estas chamadas gravadas é possível comprovar o que aqui vem descrito; e em 05/04/2018 (presencialmente às 14:30 - dispõe de acordo directo com a ADSE) e pelas 15:30 deixa milagrosamente de ter acordo.

Sinto-me profundamente lesada pelos vossos serviços, que para mim deixaram de ter qualquer tipo de credibilidade, irei denunciar a presente situação a meios de comunicação social, familiares, e desaconselhar os vossos serviços a todas as pessoas enquanto possível.

O British Hospital perante a minha situação ocultou informação, agiu de má fé por forma a obrigar o cliente a proceder ao pagamento do exame após a realização do mesmo no valor de 75 euros. Fui obrigada a liquidar tal valor, contrariada. E se o cliente não tivesse disponibilidade financeira para efectuar o pagamento??

No mesmo dia, 05/04/2018, no final da tarde ao chegar a casa contactei telefonicamente os vossos serviços, por forma a reclamar perante esta situação, a colaboradora com quem falei tentou por diversas vezes passar a chamada para "alguém superior da direcção das recepções", cito as palavras da mesma, no entanto nunca foi possível chegar à fala com ninguém.

Em 05/04/2018 não efectuei reclamação por escrito no livro de reclamações, por estar acompanhada por o meu filho com 5 meses e pelo facto do mesmo ser um bebé e estar a chorar bastante. No entanto envio esta reclamação via e-mail, e no dia de hoje 06/04/2018, irei deslocar-me pessoalmente à vossa unidade hospitalar para dar seguimento à dita reclamação.

Volto a ressalvar que me sinto lesada, exijo a restituição dos 75 euros cobrados indevidamente, e que me seja apenas facturado o valor do exame em convenção com a ADSE, tal como os vossos colaboradores sempre afirmaram, volto a ressalvar em 03/04/2018( via telefónica), sendo estas chamadas gravadas é possível comprovar o que aqui vem descrito; e em 05/04/2018 (presencialmente às 14:30 - dispõe de acordo directo com a ADSE) e pelas 15:30 deixa milagrosamente de ter acordo.

Nunca mais irei recorrer à vossa unidade hospitalar, existindo outros prestadores privados de saúde, que asseguram a continuidade de cuidados aos clientes de forma célere, eficiente, coerente e acima de tudo fazendo cumprir a verdade da palavra.

Agradeço uma resposta face à presente reclamação com a restituição dos 75 euros (factura n.º V BHL2018/FR/0000022869), cobrados indevidamente.

Faço votos que possam desenvolver um trabalho de maior seriedade junto de futuros clientes bem como de melhor formação junto dos vossos colaboradores, no que toca à informação quanto a protocolos com subsistemas de saúde.

Atenciosamente

Data de ocorrência: 6 de abril 2018
Esta reclamação foi considerada sem resolução
Comentários
Esta reclamação ainda não tem qualquer comentário.