Ranking na categoria
Partilhar esta página

Conforkasa - Atraso excessivo na entrega

Resolvida
81327022
263
Patricia Ferreira apresentou a reclamação

Comprei um sofá dia 26 de Junho com recurso a crédito na conforkasa da Maia. O vendedor António Sousa disse que demoraria 40 dias.
Passaram mais de 40 dias e fomos à loja falar com o mesmo vendedor para ver o que se passava. Ora afinal já eram 40 dias úteis +8 dias para a logística e a fábrica só abriria dia 1 de Setembro, mas nessa altura já estariamos no 40°dia útil. E reparei que na nota de encomenda diz 60 dias úteis excepto por constrangimentos por covid ou por falta de material, mas a razão sempre foi a fábrica estar fechada.
Passaram os 40+8 dias úteis e além de não ter qualquer informação disse que a fábrica afinal só abriu na segunda semana de Setembro e palavras da menina "sabe como é, foi a crédito"... a minha esposa trabalha num hipermercado tem muito mais clientes do que essa loja e tanto faz pagar no ato, pagar em 2,3 12, 24 vezes o cliente é tratado da mesma forma e o dinheiro fica logo do lado da loja. Isto é discriminação.
Já vou pagar a 3a prestação do crédito e ainda não tenho o sofá.
Já enviei email ao qual responderam que iam produzir o sofá o mais rápido possível, pois agora a razão era o tecido estar esgotado, podiam ligar para avisar ou perguntar se queriamos trocar o tecido.
Entretanto já passaram 69 dias úteis. Não nos dizem uma data exata e não respondem ao email, às mensagens no messenger, nada.

Esta reclamação tem um anexo privado
28 out 2022
Patricia Ferreira alterou o estado para Resolvida
28 out 2022
Patricia Ferreira avaliou a marca

1/10

Sim

Voltaria a fazer negócio?

Não se importam minimamente com o cliente, pois não o informam sobre o atraso da produção. No meu caso demoraram 4 meses para me entregar um sofá e veio com defeito. Entretanto resolveram, mas quanto ao tamanho da chaiselong não está correto, mas depois de tanto tempo à espera do sofá, não nos queremos chatear mais. Não recomendo.

Esta reclamação foi considerada resolvida

Comentários (0)