Performance da Marca
Índice de Satisfação nos últimos 12 meses.
Taxa de Resposta
100%
Tempo Médio de Resposta
84,4%
Taxa de Solução
22,2%
Média das Avaliações
10%
Taxa de Retenção de Clientes
12,5%
Give & Receive Unipessoal, lda
  • 263288041
    Chamada para a rede fixa nacional
  • Rua General Humberto Delgado nº17
    2600-154 Vila Franca de Xira
  • administracao@credis.pt

Credis - Má gestão de condomínio

Resolvida
Utilizador
Utilizador apresentou a reclamação
17 de outubro 2023 (editada a 31 de outubro 2023)
Uma autêntica vergonha o que tem acontecido com esta empresa. Há cerca de 1 ano e meio que vim viver para a minha casa actual e infelizmente deparo me com esta empresa pouco credível. Já quando comprei a casa, a antiga proprietária alertou me para o facto das campainhas não funcionarem. Qualquer pessoa que venha a minha casa tenho de ir a porta da rua abrir. Depois de diversas reuniões com um suposto gestor apenas foi falado orçamentos, nunca se chegou a nenhum consenso. Pois não havia dinheiro em caixa para suportar os custos mas a Credis nada fez em relação a isso. Alertamos para a necessidade de haver uma bomba para escoar a água da garagem em caso de inundação(até hoje nada). Agora foi o elevador que deixou de funcionar, já lá vai mais de um mês. Depois de ligar diversas vezes e depois de muitas tentativas la atenderam a chamada. Sempre a dizer que não sabiam de nada que iam ver soluções e até hoje nada. Familiares mais velhos com necessidades deixaram de frequentar a nossa casa. Uma tia de cadeira de rodas e uma avó de 90 anos que não consegue subir as escadas. Uma VERGONHA tudo o que se tem passado. Sinto me completamente visada. Apesar de tudo cumpria com as minhas obrigações de pagar condomínio mas cheguei a conclusão que tou a transferir dinheiro para uma empresa fantasma que brinca com os clientes. Demasiado grave o que se está a passar. 1 ano e meio a pagar para NADA. Mais vale fecharem a actividade e deixarem de enganar pessoas. 40€ nos dias de hoje faz falta para meter comida em cima da mesa. Não brinquem com as pessoas.
Data de ocorrência: 17 de outubro 2023
Credis
30 de outubro 2023
Exmo. Senhor Presidente do INCI – Instituto da Construção e do Imobiliário

Exma. Sra. Inês ,

Condomínio Rua Isabel Alemão 19 em Samora Correia representado pela Credis marca registada da “Give & Receive Unipessoal, LDA com sede na Rua General Humberto Delgado nº 21, Bom Retiro, freguesia e concelho de Vila Franca de Xira, portadora do NIPC nº 509 016 405 em conformidade com a legislação aplicada ao caso nos termos e com os seguintes fundamentos/pedidos:

No seguimento do exposto cabe-nos informar,

A reclamante faz acusações graves e difamatórias sobre a nossa empresa que não correspondem à verdade e foram passadas ao nosso gabinete de advogados, para se pronunciarem sobre se existe matéria para a Credis avançar com queixa-crime.

O prédio tem vários devedores, foram promovidas várias reuniões, para recuperação financeira do condomínio. Foram passados várias situações para contencioso para instauração de processos judiciais a devedores.
No entender da Sra. Inês as empresas de gestão ou a Credis neste caso concreto, deveria sem receber honorários à vários meses, ainda adquirir bomba para garagem, pagar reparação de elevador entre outras situações, pois entende que se a mesma paga as quotizações tempo e horas, mesmo que a maioria não pague e esteja em contenciosos a empresa de gestão tem de pagar par o condomínio funcionar.

Tal não faz sentido pois a dívida é de todos os condóminos, já que vivem em copropriedade horizontal.

Relembramos em relação ao reportado com uma avaria no Elevador, foi acionado de imediato um pedido de ocorrência junto do prestador Pinto & Cruz, empresa com a qual existe um contrato de manutenção. Tratando-se de uma avaria extracontratual foi-nos apresentado por parte da empresa Pinto & Cruz um orçamento ORC72-9811-C no valor de 819,43 com a indicação de que o elevador se encontrava parado/fora de serviço. De imediato e visto que o condomínio não possui fundos monetários para fazer face à despesa apresentada, foi prontamente enviado um email para todos os condóminos a dar conhecimento da situação e apelar à regularização das quotas em atraso, para se avançar com a reparação.
Dos orçamentos para a devida reparação o processo não avançou pois não foi tomada qualquer decisão por parte do prédio devido aos valores monetários envolvidos e a falta de fundos por parte deste condomínio, não pretendendo os condóminos quotas extra para a despesa extraordinária enquanto os devedores não liquidarem o que devem primeiro. Foram solicitados a vários prestadores para verificarem e apresentarem mais orçamentos, para efetuarmos analogia com o da Pinto e Cruz pelo que encontramo-nos a aguardar desenvolvimentos para partilhar com os condóminos e nova tomada de decisão.

Lamentamos o transtorno do elevador, e somos uma equipa e empresa que zela pela parte humana, mas não somos minimamente responsáveis por tal problema, nem podemos ser nós a pagar a despesa de um elevador onde não moramos, mas sim gerimos de forma honesta os fracos recursos financeiros existentes, mesmo com honorários em atraso de vários meses como a D. Inês tem conhecimento.

Caso a Sra. Inês entenda, pode avançar com o custo da reparação por conta do condomínio, e ser ressarcida depois pelo condomínio quando existirem recursos inanceiros.

Ao longo do tempo, sempre enveredamos esforços para encontrar soluções junto do condomínio sito na Rua Isabel Alemão 19 Em Samora Correia. A credis tem zelado mesmo sem receber por diligenciar todos os assuntos do condomínio.

Não se pode chamar uma entidade de burlona, por não liquidar uma despesa de elevador, que deve e tem de ser o condomínio ou algum condómino a adiantar o valor.

Atentos ao escrito pela Sra. Condómina Inês, vamos rescindir com o condomínio supracitado os nossos serviços já que existe uma quebra contratual de valores de honorários em dívida para com a Credis, pois pior que não se dar valor ao que tem sido feito, perdoado, ofertado é ainda nos difamarem quando sempre encontramos soluções ao longo dos anos para ajudar o condomínio, que certamente a Sra. Inês por residir À um ano no prédio parece desconhecer.

Nestes termos , por tudo o que se referiu, pelas razões expostas e atento ao facto de no momento a situação estar a ser devidamente diligenciada e os factos esclarecidos, que seja aceite a presente resposta como medida de inteira justiça.

Vila Franca de Xira aos 30 de Outubro de 2023,

A Empresa de Gestão
Utilizador
Utilizador
30 de outubro 2023
Engraçado que quando a conversa não vos agrada ameaçam com advogados. Há várias queixas nesse sentido já tinha lido pela internet. De qualquer das formas não vale a pena apresentar orçamentos quando não há fundo na caixa. Tem que se convocar assembleias e procurar soluções coisa que não é feita desde de maio. Ninguém atende telefones ninguém convoca reuniões de condomínio nada de nada. Também foi discutido na última reunião que não ia ser cobrado serviço de manutenção coisa que está a ser cobrada novamente. Uma coisa que está a ser cobrada indevidamente pois não fazem qualquer tipo de manutenção no prédio. Não entendo então qual é o sentido da vossa existência. Se é apresentar orçamentos eu também sei pesquisar por eles na internet. Ter um condomínio é resolver problemas junto dos condomínios é discutir soluções e nada disso é feito. Assumam os vossos erros e sejam mais humildes. Ganhavam mais com isso do que essa posição de ameaça. Continuam a mudar de gestor todos os meses e às tantas já nem sabemos com quem temos de falar. Pelos vistos não sou a única a queixar me. A avaliar pelos comentários da internet não sei quem ta contente com o serviço. Já foi solicitada uma assembleia há dois meses até agora nada. Continuamos à espera. Façam o quiserem terei todo o gosto em dizer o que se passa desde que ali vivo. Aliás todos estamos cansados desta situação que se arrasta há meses. Nunca passei por tal coisa. Quando a haver devedores todos disseram que as quotas tão pagas.
Credis
2 de novembro 2023
Exma. Sra. Inês Falcão,

A Net tem a disponibilidade negativa de qualquer pessoa poder escrever o que quer e bem entende credibilizando ou descredibilizando uma entidade.

O ler outras queixas, de um ou outro condómino e julgar as situações não é certamente um bom principio, sem saber a verdade dos factos.

Em milhares de Condóminos e 17 anos de atividade, seria estranho não existir alguém descontente em algum momento.

E acredite somos humildes e honestos, não tenha dúvidas .

Enviou email ontem à noite pelo que não me vou alongar aqui em detalhes, que responderemos diretamente ao mesmo com todo o respeito e cordialidade que nos merece, pese embora a forma com redige estas reclamações baseadas em fatos menos reais.

Gostaríamos de referir o seguinte:

1. Não publicamos os seus dados pessoais, foi a Sra. Inês que os colocou visíveis.

2. Foi enviado email prontamente pela Credis no dia 03/10 a todos os condóminos , com o orçamento da reparação e a informar que conseguimos junto da Pinto e Cruz parcelar a reparação do elevador em 4 prestações, solicitando o pagamento dos valores em atraso para adjudicar. A Sra Inês não respondeu a esse email.

3. O orçamento da reparação já foi adjudicado e pedido celeridade junto da Pinto e Cruz devido à mobilidade reduzida que havia referido.

4. Vai ocorrer AG Extraordinária neste mês de Novembro no vosso condomínio, onde também vamos manifestar a nossa não continuidade e aprovar quota extra para o elevador agora adjudicado.

5. Até essa data vamos usar como temos vindo a efetuar os meios necessários, para cobrança de quotizações e levar a cabo o necessário e urgente no vosso Edifício.

6. A Sra não nos paga como afirma. Paga para a conta do condomínio, e o mesmo paga à Credis, o que não tem acontecido há vários meses por não honrarem todos no prédio o acordado em reunião como o consultor Manuel Quintino.

Por fim compreendemos, pois somos muito humanos, a falta que o elevador faz, pelas razões por si acima expostas, mas isso nunca pode servir para escrever tudo o que entende e ainda mais não por email mas num portal publico, sem olhar a meios para atingir os fins.

Certo da sua boa compreensão face ao exposto, e que fique agradada com as medidas tomadas e orçamento adjudicado, os nossos melhores cumprimentos,

Atenciosamente

A Administração
Esta reclamação foi considerada resolvida
Comentários
Esta reclamação ainda não tem qualquer comentário.