SEF

Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Ranking na categoria

Categoria
Polícia, Emergência e Bombeiros

Telefone: 214 236 200

Morada
Avenida António Augusto de Aguiar, 20
1069-119 LISBOA

E-mail
dir.norte@sef.pt

Website
http://www.sef.pt

Recomenda esta marca?

36
51

Partilhar esta página

Esta é a sua empresa? Clique aqui

SEF - Contribuir

Aguarda resposta
25887419
289
0 gostos
Elizabeth Lopes apresentou a reclamação

Boa tarde, venho por este meio a comunicar a minha insatisfação.
Sou cidadã brasileira imigrante, pois a contribuir para esse país há mais de 12 anos tendo que 2013 tive que retornar a minha terra natal pois por questões de Saúde familiar ficando lá 5 anos.
Ao retornar ao país ao qual eu escolhi para viver trabalhar contribuir.
Pois é contribuir porque sou uma imigrante no meio de milhares que tem aqui tive uma recusa muito alta não por falta de trabalho pelo contrário na região que eu moro tem muito trabalho falta mão-de-obra mas o governo aquele que hoje mesmo passou na televisão que vai facilitar a vida dos emigrantes é mentira Como que eu posso trabalhar para poder sustentar os meus filhos como é que eu posso dar uma vida digna para eles do básico no país com qual tem muita mão-de-obra mas não facilita para nós se isso é facilitar a vida de imigrante aqui então eu desconheço a o significado da palavra facilitar.
Pois tenho o título de residência vencido não consigo trabalho nenhuma agência temporária pois eles não pegar com medo de levar uma multa do SEF.
Não consigo renovar o meu título residência se eu não tiver um contrato de trabalho então me pego hoje a chorar aqui em casa uma renda para pagar um filho de 16 anos na escola o marido desempregado o que é que eu vou fazer.
pois eu vou responder para vocês tive que aceitar um trabalho aqui no meu bairro ou qual na entrevista a primeira coisa que a diretora da instituiçao me falou que os pagamentos anda com um mês de atraso tive que agradecer para pagar para trabalhar porque eu sei que vou ter um contato de trabalho que eu consigo renovar meu título de residência, tenho que andar a pé para poder chegar nesse trabalho e mesmo sabendo que no fim do mês eu não vou ter meu pagamento porque a minha carta de condução não posso pegar a segunda via dela porque eu não tenho um título o meu filho não pode almoçar na escola porque eu não tenho um título meu filho nasceu aqui, tem 16 anos e mesmo assim para ele poder pegar o Bi dele preciso ter título Gostaria de saber como uma pessoa pode ser contribuinte num país que não te dar contribuição.
choro choro mesmo porque eu amo esse país este país que eu escolhi para meus filhos poder crescer para meus filhos poder viver um país para ele ter segurança.
País que me sinto em casa mas hoje vejo como que é migrante é tratado aqui se ligarmos para o SEF somos tratado mal parece que nós estamos condenados sabe porque vocês estão do outro lado nos jugando já parou para pensar que muitas pessoas talves às vezes é aquele único dinheiro que tem e de repente uma única palavra que ela quela escuta daí a negação.
Este país precisa de muita mão-de-obra só que o governo não facilita para nós não consigo trabalhar porque tenho o título vencido se eu ligo para o SEF não consigo renovar por ter um contrato eu quero que me explique como que eu faço como que eu faço....
vou ter que trabalhar o mês todo de graça sabendo que eu não vou receber porque instituição já me avisou que está com um mês atrásado, mas vou alegre porque vou ter um contrato de trabalho.
É de lamentar a situação eu acho que cada caso é um caso se eu fui-me embora porque realmente foi preciso e se eu retornei porque eu escolhi para viver.
vim para cá com 19 anos tive meu filho aqui aqui eu estudei aqui me formei técnico defesa civil aqui eu tirei minha carta de condução aqui eu vivi muitas alegrias aqui eu chorei.
hoje que eu sou nada.
porque assim que o SEF me faz sentir nada nada nada eu tenho certeza que não sou eu não são milhares de imigrantes que estão nesse país contribuindo.
e hoje ao ligar a televisão eu escuto falando que o governo vai facilitar o visto a entrada em Portugal se vai facilitar para aqueles que vão entrar porque não se facilitar para aqueles que estão aqui dentro passando fome aquele que chora noite nem sabe o que vai fazer de dia.
Elizabeth Lopes
Elizabeth Lopes está a aguardar resposta da marca

Comentários (0)