Contas bancárias com saldo negativo deixam de pagar comissão

Governo trava juros, taxas e comissões no crédito ao consumo.

Contas bancárias com saldo negativo deixam de pagar comissão
Informações
Esta notícia foi lida 11531 vezes
Partilhe



A partir de 1 de julho, todas as contas com saldo negativo deixam de pagar comissões. A medida foi publicada em Diário da República e isenta a ultrapassagem de crédito do pagamento de qualquer encargo, como avança hoje o jornal de Negócios.

"O credor não pode cobrar comissões em caso de ultrapassagem de crédito pelo consumidor", lê-se no diploma aprovado.

Atualmente, as contas a descoberto continuam a pagar comissões. Na Caixa Geral de Depósitos e Millenium BCP pagam-se as comissões mais elevadas, 30 euros. No BES e Santander Totta, os clientes pagam 15 e 12 euros, respectivamente. E no BPI, as comissões podem variar entre 5 e 20 euros. Aos valores soma-se ainda um imposto de selo de 4%.

Prestações em atraso

Aprovadas mas ainda não promulgadas pelo Presidente da República estão também as novas regras que limitam a cobrança de taxas e juros de mora em caso de atraso no pagamento de prestações.

Os bancos vão poder cobrar apenas uma comissão por cada prestação vencida e não paga, com um teto de 4% do valor da prestação e num valor mínimo de 12 euros e máximo de 150 euros. Até aqui, os bancos cobravam várias comissões que, segundo o Governo, chegavam a atingir um valor equivalente ao da própria prestação. À comissão, acrescem juros de mora, limitados a 3%. O Governo espera que publicar estas novas regras até ao fim do mês.

A legislação já publicada traz também novos tetos para os juros do crédito ao consumo, que passam a estar limitados à média do mercado, acrescida de 25%. O aumento das taxas também é travado.

 

 

 

Fonte: http://www.tvi24.iol.pt/503/economia---economia/bancos-juros-comissoes-contas-bancarias-saldo-negativo-descoberto/1435602-6377.html

Fonte: http://www.dinheirovivo.pt/Mercados/Artigo/CIECO134401.html


Comentários

É fácil estar sempre actualizado

Mantenha-se informado das últimas notícias e outras informações relevantes com a nossa newsletter!