Portal da Queixa e IEFP assinam protocolo de cooperação na resolução de reclamações dos utentes

O Instituto de Emprego e Formação Profissional assinou o protocolo de cooperação com o Portal da Queixa, no âmbito do projeto de Responsabilidade Social, que visa agilizar o processo de resolução de reclamações dos utentes

Portal da Queixa e IEFP assinam protocolo de cooperação na resolução de reclamações dos utentes
Informações
Esta notícia foi lida 1037 vezes
Partilhe

 

O Portal da Queixa e IEFP (Instituto de Emprego e Formação Profissional) estabeleceram um protocolo de colaboração no âmbito do projeto de Responsabilidade Social Empresarial (RSE) desenvolvido pela maior rede social de consumidores de Portugal, e que se destina às entidades de gestão pública. O objetivo é possibilitar aos organismos estatais o acesso gratuito a um conjunto de serviços e condições especiais através da plataforma do Portal da Queixa.

Melhorar a performance do IEFP na gestão de reclamações e comunicação com os seus utentes é o intuito do protocolo de colaboração assinado entre o presidente do Instituto, António Valadas da Silva, e Pedro Lourenço, CEO & Founder do Portal da Queixa.

 

O IEFP é um organismo transversal do estado que tem como principal missão a satisfação de todos os seus utentes, o que esta parceria irá representar um enorme avanço na consolidação deste objetivo”, destacou o presidente do Instituto de Emprego e Formação Profissional, António Valadas da Silva.

 

Pedro Lourenço realça que o intuito da parceria “é possibilitar uma maior agilidade na gestão dos processos de reclamação que são dirigidas ao organismo, através da nossa plataforma. O Portal da Queixa é hoje, um espaço de enorme importância na relação dos cidadãos com os organismos do estado e por isso desejamos com esta parceria, potenciar um serviço de qualidade por parte dos organismos, que os coloque como referência de qualidade de acordo com os padrões expectáveis.”

 

O fundador do Portal da Queixa explica o que moveu a maior rede social de consumidores a implementar o projeto de RSE e a contribuir para uma sociedade mais justa e equilibrada:

O Portal da Queixa, como rede social de consumidores, entende ter o dever cívico de contribuir através do seu alcance junto de um universo muito alargado de utilizadores, para a digitalização da sociedade, no sentido de a capacitar tecnologicamente e torná-la competitiva face a outros países na Europa e resto do mundo.  Por isso, procuramos criar condições favoráveis para potenciar melhorias contínuas, na relação entre os organismos públicos e os cidadãos, nomeadamente no tratamento e solução de problemas que são apresentados diariamente através da nossa plataforma - Portal da Queixa. Portanto, para que a comunicação seja eficaz e que resulte no sucesso da satisfação dos cidadãos face aos serviços prestados, avançamos com a criação do projeto de responsabilidade social do Portal da Queixa, que visa dotar os organismos públicos, com acesso a ferramentas de gestão de reclamações e comunicação, com vista à melhoria na sua capacidade de resposta e solução das insatisfações apresentadas, sem incrementar custos no erário público. Não existindo uma relação comercial na génese da reclamação entre o cidadão e o estado, entendemos não estar de acordo com as nossas convicções a cobrança de um custo de utilização de ferramentas premium, na nossa plataforma myPQ (back-office de gestão de reclamações no Portal da Queixa) a organismos e instituições públicas do estado, daí decidirmos que seria a nossa responsabilidade em contribuirmos, desta forma, para uma sociedade mais justa e equilibrada.”

 

Portal da Queixa é uma startup tecnológica que nasce de um projeto inovador e pioneiro em Portugal. Lançado em 2009, em 10 anos de existência, já recebeu mais de 245.000 reclamações, apresentadas por uma comunidade de 300 mil utilizadores registados online. Hoje, assume-se como a maior rede social de consumidores do país e alcança uma posição de referência nacional, na internet, em matéria de consumo.

Atualmente, o Portal da Queixa é visitado por mais de 1 milhão de portugueses, todos os meses, que procuram a plataforma para comunicar diretamente com outros consumidores, marcas e entidades públicas, bem como, compararem marcas com base no Índice de Satisfação disponível ao consumidor. Mais de 90% dos visitantes do Portal da Queixa, não efetua uma reclamação, pesquisa informações sobre uma marca ou serviço antes de procederem à decisão da compra final.


Comentários

É fácil estar sempre actualizado

Mantenha-se informado das últimas notícias e outras informações relevantes com a nossa newsletter!