WiZink

WiZink Bank, S.A. – Sucursal em Portugal

Ranking na categoria

Categoria
Cartões de Crédito e Pagamento

Telefone: 707780808

Morada
Av. da Liberdade nº 131, 1º Piso
1250-140 Lisboa

E-mail
reclamacoes@wizink.pt

Website
http://www.wizink.pt

Recomenda esta marca?

118
223

Partilhar esta página

WiZink - Moratória Covid19

Em tratamento
39695220
230
0 gostos
José Peixoto apresentou a reclamação

O Wizink, apesar de associado à Associação Portuguesa de Bancos APB, não aderiu ao protocolo criado pela mesma para as moratórias privadas, o que o destaca negativamente frente às instituições aderentes como BCP e CGD, por exemplo. Minha fatura vencia em 05/05/2020 e, 1 mês antes, em 05/04/2020 informei-os de que não teria como honrar o pagamento, ato que fiz de boa fé e em total diligência conforme determina o decreto lei 227/2012. Para minha surpresa, recebi uma carta em 22/04/2020 a pedir para enviar os mesmos documentos que já tinham sido enviados em 05/04, o que fiz novamente, tendo alertado a referida instituição financeira de que estava a descumprir o prazo legal de 10 dias para efetuar o primeiro contato com o cliente bancário e oferecer condições para impedir o incumprimento. Lembrei-os novamente no dia 29/04 de que estavam a ignorar a lei, tendo recebido uma resposta padronizada a pedir desculpas e que a análise poderia demorar um pouco mais. Pois bem. Recebi o contato do Wizink apenas em 06/05/2020 e, inacreditavelmente, a colaboradora de nome Vanessa me informou que não teriam recebido os documentos e me questionou se ainda teria interesse em avançar na análise do PARI. Refutei está informação, pois, como referi, recebi resposta do banco a dizer que o pedido estava em analise. Obviamente receberam os documentos, mas andam a brincar com as pessoas e a ganhar tempo para prejudicá-las. Depois de ficar ao telefone por mais de meia hora e de informar novamente tudo que já havia sido exposto em dois emails anteriores, a colaboradora me disse que iria enviar a solicitação para análise, mas que eu já estava em incumprimento e que teria de pagar a fatura vencida. Ou seja, eu avisei com antecedência de 1 mês e o Wizink ignorou o PARI (prevenção do incumprimento) em total contrariedade ao dec. Lei 227/2012 e Aviso BdP n. 17/2012 que estipulam prazo de 10 dias. A Sra. colaboradora ainda foi mal educada e quis discutir os termos da Lei. Disse-me que eu estava errado e que deveria ler a lei com atenção (só faltou me chamar de burro), pois o banco teria 30 dias. Engana-se ela. A mesma é que é ignorante. Os 30 dias de resposta dizem respeito ao PERSI. Quanto ao PARI, o prazo é de 10 dias, exatamente para evitar o incumprimento. Levarei estes fatos ao Banco de Portugal. O Wizink me prejudicou, pois não apresentou uma solução e me levou a ficar em incumprimento, justamente o que tentei evitar. Gostaria de lembrar que o Activobank, do grupo BCP, deferiu moratória por 12 meses em relação ao crédito pessoal que mantenho com eles. O Oney me apresentou proposta rapidamente e me incluiu no PARI sem dificuldades. Sinceramente, Wizink nunca mais. Farei questão de ser cliente detrator e não os recomendarei a ninguém.
07 Mai2020
José Peixoto editou a reclamação
27 Mai2020
WiZink adicionou uma resposta

A situação exposta encontra-se encerrada. Obrigado

09 Jun2020
José Peixoto adicionou uma resposta

Na realidade o Wizink não solucionou o problema. Eu solicitei em 05/04/2020 um apoio para evitar o incumprimento. No entanto, acabei por entrar em incumprimento em maio e em junho, sendo que o Wizink se recusa a incluir esses meses em acordo extrajudicial. Ou seja, tenho de realizar pagamentos de dois ciclos de faturação para beneficiar de uma redução de julho a setembro. A única coisa que fizeram foi devolver o valor da taxa de recuperação de crédito. Infelizmente, enquanto a experiência com outras instituições foi positiva, apenas o Wizink colocou diversos empecilhos para renegociar a dívida, inclusive não participa da moratória privada da ASFAC.

José Peixoto está a aguardar resolução da marca

Comentários (0)