Escola de Condução da Portela
Escola de Condução da Portela
Performance da Marca
N/A
/100
Sem dados
Sem dados
Índice de Satisfação nos últimos 12 meses.
Ranking na categoria
Type Gear II

Escola de Condução da Portela - Pior escola de condução

Sem resolução
Mariana Raimond
Mariana Raimond apresentou a reclamação
5 de março 2024 (editada a 5 de março 2024)
Escola de condução péssima!

Tenho experiência com algumas escolas de condução e tenho a dizer que esta é das piores por onde já passei. Infelizmente, é a única perto de onde moro, então não tive escolha.

Passo a nomear as razões do meu descontentamento durante o tempo que lá estudei, desde janeiro de 2023 a março 2024.

Condições da escola – A sala de aula é escura, com aspecto antiquado e descuidado, as cadeiras e mesas extremamente desconfortáveis, algumas delas partidas e quando se entra na sala das aulas teóricas, há um cheiro no ar horrível, por vezes a amoníaco. Para quem faz 3 ou 4 aulas num dia, este ambiente é cansativo, desagradável, tóxico e pouco higiénico.


Atendimento para com os alunos – Os responsáveis pelo atendimento (Iara e Rafael), Os responsáveis pelo atendimento (Iara e Rafael), caracterizam-se de uma forma muito sarcástica e arrogante no diálogo com os alunos. Várias vezes entrei na escola e nem eles, nem os professores, corresponderam à minha saudação. Estão sempre a falar uns com os outros. Atendimento: nota ZERO.

Numa das ocasiões em que cumprimentei um professor, que estava a fumar um cigarro fora da porta da escola, o mesmo cumprimentou-me ladrando. Questiono se isto é normal?!

Professores atrasados para as aulas – Os horários estão muito bem descritos. O problema é que em TODAS as aulas que fui, os professores nunca chegaram a horas, o que revela uma enorme falta de consideração para com quem está ali a pagar.

Matérias repetidas – Falta de organização - Cheguei a ler 5 VEZES a mesma matéria, 3 VEZES outra e 2 VEZES uma outra. Ou seja, das 28 aulas, só aproveitei 21. Além de ter que ouvir as mesmas coisas a serem faladas. Não foi graças às aulas que passei o código teórico, e SIM, ao site BOM CONDUTOR.



No dia 28/02 tinha uma aula marcada para as 11h. Era a última de 3 aulas extras que tinha pago. O professor das aulas de condução atrasou-se 10 minutos. O atraso das aulas práticas não era comum, mas já havia acontecido algumas vezes. Quando o instrutor chegou, avisou-me trocou de aula e eu iria ter outra professora. Não é uma situação confortável e senti-me desconcertada com a troca inesperada, especialmente por ser a última aula. Quando cheguei ao carro e comecei a aula, a instrutora começou a falar dando instruções sobre o que eu tinha de fazer, de uma forma nervosa. Começou a aula com toques no volante, coisa que o meu instrutor habitual raramente fazia. A aula continuou e a instrutora prosseguiu pelo menos até metade da aula sempre a dizer o que eu tinha de fazer: troca a mudança para segunda, troca para a terceira, acelera, desacelera! Tudo isso deixou-me completamente nervosa e eu, sabendo que já tinha independência e já era autonoma na condução, deixei de a ouvir. A instrutora perguntou: já não me estás a ouvir, pois não? Ao que eu respondi que não, porque era muita coisa e eu não estava acostumada às aulas dessa forma. Passámos uns minutos em silêncio, e tudo correu bem. Até que a instrutora voltou a tocar no volante várias vezes, para eu me desviar por que de acordo com ela, eu estava a ir rápido demais. Não considero que estivesse a ir rápido demais. Além disso, várias vezes senti os pés dela a mexer nos pedais, outra coisa que me deixou totalmente insegura, pois o meu instrutor habitual não precisava de fazer isso.

Chegámos a uma estrada, estava a circular a 70km/h e a instrutora recebe duas chamadas e atende. Inicia uma conversa como se estivesse a falar com amigos, ou seja, nada de urgente, enquanto tem uma aluna no carro. Novamente, começa a mexer no volante enquanto está ao telefone. No final da aula, começou por explicar que eu tenho uma forma bruta (sem dizer com esta palavra), de meter a mudança. Eu ouvi, aceitei a crítica e expliquei que era muito difícil estar concentrada a conduzir com uma pessoa que tem uma forma muito diferente de dar aulas, sendo ainda por cima minha última aula antes do exame.

Expliquei que não estava acostumada que o instrutor mexesse no volante e a instrutora mente e dizendo que só mexeu duas vezes, ao que eu respondi que foram várias vezes inclusive ao telefone. Ia começar uma discussão, que evitei pois não faz parte da minha maneira de ser. A instrutora pediu-me desculpa, numa forma pouco genuína, pois percebeu que tinha sido pouco ético ao estar ao telefone durante a aula.

A escola é mal organizada e não respeita os alunos. Trocas podem acontecer claro, e eu já tinha tido essa experiência com outro instrutor ao longo das aulas. Correu tudo bem por que era uma aula como outra qualquer. No entanto, a aula no dia 28/02 era crítica e era fundamental ter o instrutor habitual. Infelizmente foi a aula em que mais me senti nervosa e insegura e pior não esclareci as dúvidas que tinha para o exame.

Todas estas atitudes poderiam ter tido consequências graves e houve má conduta por parte dos instrutores. Foram comportamentos perigosos e acredito que falta há falta de ética profissional.

Pelo que li nos comentários, não sou a única pessoa com uma opinião negativa. Penso que o dinheiro e a falta de vontade de ensinar, fala muito mais alto. É inaceitável o que passei nesta escola, principalmente pelo valor que paguei.

É imprescindível instrutores RESPONSÁVEIS e ao que aparenta, NECESSITAM todos de um curso de atendimento ao público. De boas maneiras. De educação.

Infelizmente para a escola, jamais a recomendaria e claramente que será noutra que farei a carta de mota.

E digo mais, parece inacreditável...as escolas de condução no Brasil, são MUITO SUPERIORES. É vergonhoso, realmente. Só nos mostra que andamos a anos luz atrás em muitas, muitas coisas.

Devido à minha grande insatisfação com esta “escola” e com reprovação de exame de condução, vou imediatamente fazer transferência de escolas.
Data de ocorrência: 5 de março 2024
Esta reclamação foi considerada sem resolução
Comentários
Esta reclamação ainda não tem qualquer comentário.