Hospital de Santa Maria

Hospital de Santa Maria

@hospital-de-santa-maria
Ranking na categoria
Partilhar esta página
Esta é a sua empresa? Clique aqui

Hospital de Santa Maria - Não temos a menos ajuda por parte destes profissionais de saúde

Sem resolução
73299022
157
0 gostos
ORLANDO BRITO apresentou a reclamação

Eu no dia 29 de março, chamei os bombeiros de Odivelas, aqui na casa na Rua António Feijó em Odivelas para atender meu pai com 89 anos, quase 90 anos (29/08/1932), que tem insuficiência cardíaca, uma bolsa de água nos pulmões, dificuldade respiratória e princípio de demência. Estava na minha casa pois não consegue está sozinho e com muito custo físico e psicológico conseguimos trazê-lo para minha casa na segunda dia 28, depois que recebeu alta do hospital de Coimbra o CHUC, e que ainda a Dr. *que o atendeu, me ofendeu a dizer que lá não era LAR DE IDOSOS. Aqui na minha casa a situação se agravou com episódios de demência, falava em si matar, tentar suicídio, arrancava tudo das paredes e arrastava móveis, e nós sem ter um medicamento que pudesse acalmá-lo pois, os psiquiatras do Hospital do de Coimbra o CHUC se recusaram a atendê-lo, e com as doenças do coração, não sabemos o que podemos da de medicação, pois quando fica agitado ficar com dificuldade de respirar, tem ansiedade forte e cronica há muitos anos tratado toda vida com apenas alprazolam. A minha sobrinha neta dele, foi ao hospital ontem, dia 30 as 18 e 30, falou com a Dra. **, que disse que ele não teria alta e ficaria internado, pois nem tinha sido visto por um neurologista ou psiquiatra, já que a urgência foi um pedido de URGENCIA PSIQUIATRA, que só foi ao Hospital Santa Maria, porque o HBA de Loures, não tem urgência a noite. Assim, meu pai mais uma vez lá no Hospital Santa Maria a medica que estava no plantão da urgência geral, disse que não sabia o que fazia com ele ,nem medicação sabia dar, eu levei um saco com 7 tipos de medicamentos, mais o relatório do CHUC, que está tudo escrito, e ainda me disse que a urgência psiquiátrica não queria atendê-lo e que se quisesse que fosse lá falar com a urgência psiquiátrica para saber se atendiam meu pai que estava incontrolável, tirando a roupa toda e delirando, e com falta de ar, pois ele não pode fazer esforço e a doença mental, impede dele ter esta noção do perigo de qualquer coisa e da própria saúde. Assim vim para casa às 5 horas da manhã, esperando me ligarem e fui TRABALHAR, pois trabalho de 13 às 21 horas, num restaurante, tomei a medicação que tomo para depressão e transtorno bipolar, e adormeci depois de 5 noites sem dormir a tomar conta com meu pai, que agora apena chama pelos filhos. Ligaram-me apenas uma vez ás 00:30 minutos, eu não ouvi a chamada e o medico do Plantão do hospital Santa Maria, decidiu enviar para Coimbra sem falar com nenhum familiar, não tiveram vagar de insistir em fazer a chamada para o telemóvel mais do que uma vez. Se não queiram ele lá, então porque quando o familiar falou com a Dra. **, não deram alta de uma vez, já que ele VELHO e POBRE, é ignorado e tratado pior que bicho tanto no CHUC em Coimbra como no HOSPITAL SANTA MARIA. Agora tenho as roupas, medicamentos, documentos, tudo do meu pai, que vai entrar para o LAR DE IDOSOS VITAMARAVILHA em Oliveira do Hospital segunda-feira dia 4 de Abril de 2022, onde precisa do relatório medico sobre medicamentos principalmente da doença mental, e um exame PCR, e esta assim tudo a deriva , e a Administração dos Hospital, pode em causa a saúde do meu pai que sem medico de família, porque não há onde morava em Anceriz, não tem a menos ajuda por parte destes profissionais de saúde.

Esta reclamação tem um anexo privado
31 mar 2022
ORLANDO BRITO editou a reclamação
26 mai 2022
A reclamação foi considerada "Sem Resolução" por falta de atividade
Esta reclamação foi considerada sem resolução

Comentários (0)