Ranking na categoria
Partilhar esta página

ANTRAL - Táxi

Sem resolução
23224718
357
0 gostos
João Jorge apresentou a reclamação

Vem por este meio reclamar junto de Vª Ex. o seguinte : No dia 20/10/2018, pelas 06h52, solicitou à Central Táxis Invicta (Porto), através do telefone 225022693, um serviço de táxi a ter início na Rua de Monte Alegre, 400, tendo o operador de serviço comunicado que o referido serviço seria prestado pelo táxi 339. Como o táxi não chegava voltou a comunicar a Central às 07h00, o que lhe foi respondido que o referido táxi 339, chegaria nos próximos 2 minutos. Preocupado pelo motivo de ter horários a cumprir, e como o referido táxi não aparecia, voltou a contactar às 07h10 a Central que ligando ao táxi 339 lhe perguntou o que se passava, ao que este respondeu : - “ apanhei o cliente errado e vou a caminho do aeroporto”, mais informa que esta resposta foi ouvida por ele, cliente, porque este contacto, via rádio, foi efectuado com o telefone aberto enquanto aguardava a resposta. Esta desculpa não tem quaisquer fundamentos, pois todos os contactos com a Central foram efectuados, com o cliente no exterior do nº 400 da Rua de Monte Alegre, através do Telemóvel 919299677, e nesta rua só existe, como é lógico, um só número 400. O serviço acabou por ser prestado pelo táxi 552.

06 nov 2018
ANTRAL adicionou uma resposta

Boa tarde,

As associações patronais não têm qualquer poder sancionatório sobre os motoristas de táxi.
A entidade sancionatória é o IMT (Instituto da Mobilidade e dos Transportes), com sede na Avenida das Forças Armadas, 40, 1649-022 Lisboa, ( imt@imt-ip.pt ).
Assim, qualquer reclamação deverá ser feita, junto desta entidade.
Como deve calcular, num universo de mais de 16.000 motoristas de táxi, ocorrem, por vezes, situações passíveis de reclamação, que não podemos deixar de muito lamentar.
Infelizmente, porém, a intervenção das associações limita-se, praticamente, a uma actuação pedagógica que exercemos quer junto dos empregadores quer junto dos motoristas, por forma a prevenir a ocorrência de situações como esta.
Posso garantir que a Antral aproveita todas as oportunidades para sensibilizar os associados e respectivos trabalhadores nesse sentido.
Assim, quer nos cursos de formação para obtenção do certificado profissional de motorista de táxi quer nos cursos para a renovação do mesmo certificado, privilegiamos as componentes de formação sócio-cultural, como a comunicação e as relações interpessoais, visando o desenvolvimento pessoal, profissional e social.
Por outro lado, aproveitamos as inúmeras reuniões que efectuamos a nível distrital, concelhio ou outra, para prosseguir esta campanha de sensibilização do sector.
Nestas circunstâncias, reitero o conselho para se dirigir ao IMT.
Apresento os melhores cumprimentos,
José Domingos
Director

27 ago 2020
A reclamação foi considerada "Sem Resolução" por falta de atividade
Esta reclamação foi considerada sem resolução

Comentários (0)