INEM

INEM

Instituto Nacional de Emergência Médica
Ranking na categoria
  • 213 508 100
  • Rua Almirante Barroso, 36
    1000-013 Lisboa
  • inem@inem.pt
Partilhar esta página

INEM - Falecimento da minha mãe

Sem resolução
66407321
161
0 gostos
Monica Freitas apresentou a reclamação

Venho por este meio expor a seguinte situação:
No dia 7 de junho por volta das 12.20 minutos chamei o Inem, porque a minha mãe sofreu um acidente (e neste caso faleceu). Eu estava no local do acidente situada em Vassal Valpaços e ao chamar o Inem, que demorou imenso tempo, demorou quase 1 h a chegar, e vieram os de Mirandela.
Infrações:

Demoraram imenso tempo e veio o Inem de Mirandela.
Não sabiam a localização da casa, apesar de eu ter dado a morada.
Estando eu no local, deparei que não traziam nenhum enfermeiro nem médico, e movimentaram a minha mãe sem grandes conhecimentos, inclusive nem colarinho na cervical lhe puseram, nem a imobilizaram, foi pegada em braços e movida para uma maca (foi algo mesmo inaceitável).
Depois disso estiveram dentro da ambulância, ao telefone mais de meia hora, até que se decidiram sair, e em vez de irem pela estrada do barracão que vai para chaves foram pela aldeia de Sá, no caso que demorava mais, eu ia atras da ambulância e apitei lhe para irem pelo sitio mais perto, e eles me ignoraram literalmente.
Chegando ao cruzamento do Barracão estava finalmente um medico, e não conseguiu socorrer a minha mãe e ela faleceu por volta das 14.20.
Posto isto eu exigo responsabilidade do falecimento da minha mãe a causa das inflações causadas pela equipa que esteve a assistir a minha mãe.
Informando que este caso esta na Policia Judiciaria, e esta a ser analisada pela parte desta a devida demora, e posto o resultado da Policia Judiciaria, eu irei tomar as devidas providencias.
Agradeço que tomem as devidas medidas, e sejam devidamente corretos.

Peço deferimento,
Mónica Januário Freitas
02 dez 2021
A reclamação foi considerada "Sem Resolução" por falta de atividade
Esta reclamação foi considerada sem resolução

Comentários (0)