Prémio Marca Recomendada
Ranking na categoria
  • 16200
  • Rua Andrade Corvo, 6
    1050-009 Lisboa
Partilhar esta página

TMN - Considero haver publicidade enganosa!

Resolvida
71009
2319
Telma Rodrigues apresentou a reclamação

Considero haver publicidade enganosa no site da TMN, em particular no que se refere ao tarifário '+ perto sms'.
Nas condições do mesmo vem descrito que "Por cada €5 que carregares as chamadas mais baratas para a tmn e as SMS's grátis para tmn são prolongadas durante 12 dias até ao limite de 60 dias. Se não carregares continuas a poder falar a 34,9 cêntimos por minuto e a enviar SMS a €0,129 para todas as redes."
Ocorre que, na realidade (e mediante a minha própria experiência), a TMN não efectua um acréscimo/ prolongamento do número de dias de promoção - calculados de acordo com o montante do carregamento - à data prévia de término das condições promocionais, mas sim uma contabilização dos dias ganhos a partir da data de carregamento. Esta situação lesa os interesses dos utilizadores deste tarifário na medida em que, se efectuarem um carregamento de 5€ ou mais antes de terminada a data da promoção, poderão - como me tem vindo a suceder a mim, no meu entender erradamente - não ganhar qualquer dia adicional à prévia data de preços mais vantajosos.

Refiro ainda que, apesar de ter já reclamado directamente à TMN e de ter obtido duas respostas formais a informarem-me que o prazo recalculado após a minha reclamação terminava num caso em 2011-05-16 e noutro em 2011-07-16 (conforme poderão atestar no documento enviado em anexo, com o histórico das comunicações que tive com a TMN), verifiquei estarem-me a ser taxadas indevidamente comunicações realizadas a partir da data inicialmente calculada pela TMN e que me tinha suscitado a reclamação (2001-04-16).

Neste enquadramento solicito a V. ajuda.
Melhores Cumprimentos,
Telma Rodrigues

17 dez 2012
MEO adicionou uma resposta

Cara cliente,

Verificamos, no seguimento da questão apresentada, que foi contactada pelos nossos serviços.
Ficamos ao dispor para qualquer questão adicional que pretenda.

Até já,
Luís Oliveira

Esta reclamação foi considerada resolvida

Comentários (0)