Prémio Marca Recomendada
Ranking na categoria
  • 16200
  • Rua Andrade Corvo, 6
    1050-009 Lisboa
Partilhar esta página

MEO - Compromisso indelével

Resolvida
4122516
694
Maria Martins apresentou a reclamação

Em 27 de junho de 2014, recebi uma carta que dizia "Mais benefícios no seu e na sua Internet móvel", MAS, como da TMN, só vem presentes envenenados, (embora reconheça que de entre os maus é o melhor), andei 2 meses a fazer perguntas sobe as condições ai espelhadas; como sempre estas condições são dadas por pessoas sem formação, que dizem a primeira coisa que lhe vem à ideia, razão pela qual perguntei "n" vezes; CONVENCIDA QUE ERA TUDO VERDADE, resolvi aderir, e aceitei o telemóvel e as condições; no ultimo paragrafo da referida carta dizia" ""Adicionalmente, o serviço de internete móvel que utiliza no seu tablet e/ou PC, terá aumento de plafond mensal"" questionei se eventualmente, quem não tivesse banda larga móvel, receberia o cartão, porque eu tinha uma mas iria acabar com esse serviço, uma vez que essa era uma das possibilidades do pacote, exactamente como no serviço do MEO Go Multi, que pagava e deixei de pagar; sempre me foram dizendo que sim, " (TODAS ESTAS MINHAS AFIRMAÇÕES ESTÃO REGISTADAS, E SE TIVER O ASSUNTO DE SER RESOLVIDO PELA VIA JUDICIAL, VOU PEDIR AS GRAVAÇÕES DE QUE TANTO FALAM, PARA EFEITOS DE QUALIDADE, porque a dada altura deixaram de dar os números das reclamações), que o meu cartão estava a chegar. A partir do dia 27 de agosto de 20114, comecei a reclamar, porque até então pagava €11,72, pelo serviço móvel 92 504 98 18, e passei a apagar €23,44; ao fim de muitos telefonemas, alguém disse que o contrato com beneficio em relação a esse cartão, tinha acabado, e esse era o preço do serviço; voltei a questionar pelo meu cartão a que tinha direito, fiz a reclamação 3-52165941761 em 19-11-2014, e assim sucessivamente; mas foi sempre umas conversas, para "* PROIBIDO * dormir", quis desistir e não foi possível, pese embora o facto de já não ter fidelização, a verdade é que se fartam de publicitar o sitio para fazer lá tudo, consultar etc., mas a final o sitio não dá para desistir. Fui fazer várias reclamações, e foram-me sempre dizendo que, o meu pedido seria analisado, e por fim, então receberia um contacto telefónico; quando ligava o Senhor dizia que tinha de ser na loja, na loja reclamava, diziam que iam analisar e depois davam uma resposta. Por ultimo alguém disse que eu estava a receber um serviço extra, que em vez de me darem o cartão do pacote, deram-me aumento de plafond, mas esta informação foi tirada a ferros, e eu tenho o direito à informação do que estou a contratar, ao fim de um ano e meio, cansada deste chove não molha, resolvi ir a uma loja pela segunda vez, entregar uma carta, na qual dava conta do meu problema e requerer a desistência do serviço, e solicitar o cartão, isto foi em 20 de janeiro de 2016, e a carta foi entregue na Amadora na loja do Continente, quando entreguei a carta, depois a Senhora disse que aquela loja não era oficial, mas que iam fazer seguir o pedido; fiquei desconfiada e fui à loja oficial indicada, Algés, entregar outra carta, e pedir o cartão a que tinha direito, a 20-01-2016- com a reclamação 4122516, mas como sempre, as mesma vão ser analisadas, e depois responde, claro que nunca responderam, e nesse dia lá na loja de Algés aconteceram coisa incríveis, esteve uma Senhora a negociar o pacote dos serviços comigo, ao telefone, logo de seguida eu digo, de-me dois minutos, para fazer contas e eu já ligo outra vez, disse que o meu assunto ficava registado, que se eu ligasse já sabiam do que se estava a passar, que aquele proposta aguardava a minha resposta, quando voltei a ligar já não era nada assim, era outra coisa, a colega afinal tinha-se enganado, mais uma vez a Senhora eventualmente terá dito qualquer coisa, eventualmente mal, claro que fiquei revoltada mas ainda assim vi-me obrigada a aceitar, porque a nova proposta embora fosse mais cara do que a anterior tinha dito , a verdade é que era mais barata, do que tinha no momento, e com esse contrato teria então o cartão do pacote, que recessionei no dia a segui o coisa. SÓ QUE AGORA EMBORA TENHA APRESENTADO A CARTA DA DESISTÊNCIA DO CARTÃO 92 504 98 18, NO DIA 20-01-2016. em dois sitio, AS FATURAS NÃO PARAM DE CHEGAR ESTAMOS EM MAIO E HOJE MESMO RECESSIONEI UMA QUE JÁ TRÁS UMA DIVIDA DE, €105,40. Será esta situação normal, andei a pagar desde, set de 2014, até janeiro de 2016 um cartão ao qual tinha direito, sendo que era de €11,72 e passou para €23,44 e agora não consigo rescindir o contrato anterior. Mais uma vez cá está a MEO a tentar meter a mão no meu bolso, já tive episódios difíceis com esta empresa, e fico fascinada com os contratos da MEO, porque são INDELÉVEIS, SÓ QUE EU PRETENDO A RESCISÃO DO CONTRATO, COM EFEITO RETROATIVOS A 20-01-2016, PORQUE SE ASSIM NÃO ACONTECER VOU MESMO RECORRER ÀS VIAS JUDICIAIS, A MIM NÃO ME VENCEM PELO CANSAÇO.

03 ago 2017
MEO adicionou uma resposta

Boa tarde Maria Amélia Marrtins,

Caso pretenda esclarecer alguma situação relativa ao serviço MEO, estamos disponíveis através dos contactos oficiais de suporte: https://www.meo.pt/contactos.

Até breve,
Luís Oliveira

27 ago 2020
A reclamação foi considerada "Sem Resolução" por falta de atividade
13 jan 2021
MEO adicionou uma resposta

Exmo.(a) Sr.(a),

Agradecemos a sua comunicação e no seguimento da mesma, consideramos que a situação já se encontra resolvida . Não hesite em contactar-nos através dos canais oficiais de suporte indicados em https://www.meo.pt/contactos .

Lamentamos desde já todo o tempo decorrido e informamos que continuamos empenhados em servir o Cliente com a qualidade indispensável.

Com os nossos cumprimentos,
MEO

13 jan 2021
MEO alterou o estado para Resolvida
Esta reclamação foi considerada resolvida pela marca, e aceite pelo utilizador

Comentários (0)