TST - Transportes Sul do Tejo

Transportes Sul do Tejo, SA

TST - Transportes Sul do Tejo

TST - Transportes Sul do Tejo

(73.6%)
Ranking na categoria

Categoria
Transportes Coletivos de Passageiros

Telefone: 707508509

Morada
Rua Marcos de Portugal
Laranjeiro
2810-260 Almada

E-mail
info@arriva.pt

Website
http://www.tsuldotejo.pt

Recomenda esta marca?

54
121

Partilhar esta página

TST - Transportes Sul do Tejo - Supressão de carreiras absolutamente inaceitável

Resolvida
35364920
213
1 gostos
Marianna Signor apresentou a reclamação

desejo fazer uma reclamação em relação aos horários novos, no específico os da carreira 160 que passaram a ser de 45 em 45 minutos em vez de 20 em 20 minutos, é uma vergonha especialmente porque envolve as horas de ponta em que as pessoas vão trabalhar, o autocarro depois da paragem da Avenida da Liberdade (uma das primeiras paragens) ficou completamente cheio e o autocarro deixou de parar nas paragens seguintes, isto já de vez em quando acontecia no horário anterior, isto não é aceitável em nenhum nível, querem-se vingar pelos passes mais baratos mas eles foram criados para os transportes serem utilizados por mais pessoas, não por menos, os passes novos não são desculpa nenhuma para um horror desse género. Isto não é humano, é desrespeituoso para quem não tem mais opções para ir trabalhar senão o autocarro, pessoas idosas numa fila eterna á espera do autocarro ao frio que depois não conseguem apanhar. Nunca vi uma situação desta neste país, nem num país do terceiro mundo. Eu e com certeza muitas mais pessoas pedimos que sejam reestabelecidos os horários anteriores com efeito imediato.
13 Jan2020
TST - Transportes Sul do Tejo adicionou uma resposta

Exma. Sra. D. Marianna Signor,

Acusamos a receção do seu e-mail de 6 de Janeiro de 2020, o qual mereceu a nossa melhor atenção.

Relativamente ao conteúdo do mesmo, somos a informar que, desde o início do PART (Programa de Apoio à Redução Tarifária) e a pedido da AML, a TST tem vindo a reforçar a sua oferta, registando um crescimento de passageiros na ordem dos 24%.

Este crescimento obrigou um reforço de meios, materiais e humanos. Ao longo dos últimos meses um esforço imenso tem sido dedicado a este aumento da oferta. Desta experiência resulta uma noção de insustentabilidade económica e humana assistindo-se ainda a uma transferência de recursos do setor privado para as empresas do setor público dotadas de maiores recursos.
Assim, as alterações verificadas procuram servir as populações da forma mais eficiente possível, tendo sido privilegiado o efeito de rede e o rebatimento ao comboio, barco e metro de superfície bem como o reforço das carreiras intermunicipais.

Em diálogo com a AML foi decidido repor a oferta nas carreiras 160: Almada - Lisboa (Praça do Areeiro) (via Alcântara), 333: Lisboa (Gare Oriente) – Vale de Amoreira e 435: Lisboa (Gare Oriente) - Samouco (via Montijo).
A oferta agora disponibilizada, está a ser monitorizada diariamente a fim de serem realizados os ajustes necessários e sustentáveis.

Com os nossos melhores cumprimentos,
T.S.T. - Transportes Sul do Tejo, S. A.

14 Jan2020
Marianna Signor alterou o estado para Resolvida
Esta reclamação foi considerada resolvida

Comentários (2)

Ver perfil de Rui Silva

Rui Silva

Também reclamei. É lamentável esta redução de horários.
Em vez de melhorarem, regridem.
Monopólios dá nisto.

Ver perfil de André Da Silva Teixeira

André Da Silva Teixeira

Isto é um ultraje, porque estão a utilizar uma "falta" de pagamento que a AML não fez à TST. Não faz sentido nenhum, já que a mesma empresa não fez o reforço das carreiras, aquando do aparecimento dos novos passes; isto só é um meio de justificação para as contas falidas que a TST tem!!! E são os passageiros que vão ser armas de arremesso ? E serão também os motoristas os mais prejudicados com estas mudanças, porque as pessoas vão se insurgir contra eles … Se toda a população da Margem Sul se juntasse e fizesse uma manifestação contra esta medida terceira-mundista, desrespeitosa contra a população da Margem Sul, queria ver se esta administração, não só repunha os horários, como seria demitida e investigada por gestão danosa!!!